Sua programação

A programação pode sofrer alterações até a data do evento. Você poderá modificar a sua grade após o pagamento da taxa de inscrição mediante disponibilidade de vagas. Sempre que uma palestra estiver esgotada esta informação aparecerá nesta página automaticamente.


Quinta, 28 de junho - 9h às 16h30


Como usar o R para jornalismo de dados
Oficina prática do software R, usado para análises estatísticas e manuseio de microdados.

Sobre os Palestrantes

Jéssica Voigt - Transparência Brasil

Jéssica Voigt é cientista de dados na ONG Transparência Brasil. É especializada em governo eletrônico e análise de instituições de accountability. É formada em ciências sociais na USP e mestre em ciência política pela mesma instituição.

Manoel Galdino - Transparência Brasil

Manoel Galdino é diretor executivo da ONG Transparência Brasil. É formado em economia na USP, onde também tornou-se mestre e doutor em Ciência Política. Antes da Transparência Brasil trabalhou por cerca de 10 anos como cientista de dados.

Quinta, 28 de junho - 9h às 12h30


Investigação dos gastos da União, Estados e Municípios
Oficina prática sobre como encontrar e interpretar dados relativos aos gastos públicos nos três níveis.

Sobre os Palestrantes

Gil Castello Branco - Contas Abertas

Economista, fundador e secretário-geral da Associação Contas Abertas, que acompanha a execução orçamentária e financeira da União, Gil já ocupou diversas funções públicas na administração federal. Seu projeto já recebeu prêmios nacionais e internacionais, como o Prêmio do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (2008), o Prêmio Esso de Melhor Contribuição à Imprensa (2007) e o Prêmio Transparência e Fiscalização Pública.

Carlos Blener - Contas Abertas

Carlos Blener é analista de sistema da Contas Abertas.

Marta Salomon - Contas Abertas


Kit essencial de verificação para jornalistas (em inglês, com tradução)
Oficina sobre verificação.

Sobre o Palestrante

Claire Wardle - First Draft

Informação enganosa compartilhada on-line pode influenciar as eleições no Brasil. A dra. Claire Wardle, diretora do Information Disorder Project (Projeto Desordem Informacional) e do First Draft, é uma especialista de renome sobre as formas de compartilhamento de informação on-line. Ela falará sobre o interesse dela em monitorar desinformação no Brasil durante as eleições e como redações podem estar aptas a trabalhar em conjunto para entender melhor o WhatsApp e conhecer o que o público conversa em grupos fechados.

Quinta, 28 de junho - 9h às 10h30


O desafio da diversidade nas redações e no jornalismo
Um debate sobre a falta de diversidade (racial, de gênero, de classe) nas redações e seu impacto no jornalismo. Quais são as soluções possíveis, a partir de exemplos práticos?

Sobre os Palestrantes

Ancelmo Góis - O Globo

Um dos principais colunistas do jornal O Globo. Começou a carreira aos 15 anos, na Gazeta de Sergipe. Após a edição do AI-5, em 1968, foi preso e perdeu o emprego na Gazeta. Depois de passar um tempo na então União Soviética, sob pseudônimo, voltou ao Brasil em 1970, para o Rio de Janeiro. Com auxílio de Maurício Azêdo, começou a fazer os primeiros trabalhos freelances na imprensa carioca, em publicações especializadas em metalurgia. Trabalhou na revista Exame à época de sua criação, e passou a subeditor de Economia na Veja, colaborando também para a coluna "Radar", então feita por Elio Gaspari. A convite de Marcos Sá Corrêa, trocou a Veja pelo Jornal do Brasil, onde assumiu o "Informe JB" por seis anos. Voltou à Veja, como diretor do escritório da revista no Rio e responsável pela coluna "Radar".

Simone Cunha - Énois

Simone Cunha é editora/professora e responsável pela captação de recursos da agência escola de jornalismo on-line Énois. Passou por G1 e colaborou com veículos como Carta Capital, Opera Mundi, O Globo, Superinteressante, Estadão e Los Angeles Times. Formada em jornalismo na UFSC e é mestre em sociologia pela Universidade Nova de Lisboa.

Daniela Falcão - Globo Condé Nast

Diretora de redação da Edições Globo Condé Nast desde 2005, onde é responsável por Vogue, Casa Vogue, GQ Brasil e Glamour. Formada em Jornalismo pela Universidade de Brasília (UnB), tem passagem pela Folha de S.Paulo, onde foi repórter de educação e saúde, correspondente em Nova York e editora assistente do Caderno Equilíbrio. Também atuou como sub-editora da revista de domingo do JB (Jornal do Brasil) e diretora de redação das revistas TRIP e TPM.


Projeto Credibilidade: Indicadores de qualidade no jornalismo
Conheça os princípios do Projeto Credibilidade e os avanços até o momento.

Sobre os Palestrantes

Angela Pimenta - Projor

Angela Pimenta é jornalista e presidente do Projor - Instituto para o Desenvolvimento do Jornalismo. É mestre em Jornalismo pela Columbia University School (2001) e coordenadora-executiva do Projeto Credibilidade. Foi editora-sênior da revista Exame em Brasília, sócia da consultoria Patri Políticas Públicas e representante da Online News Association no Brasil.

Francisco Belda - Unesp

Francisco Belda é jornalista e professor da Unesp. É membro do conselho fiscal do Projor - Instituto para o Desenvolvimento do Jornalismo e coordenador pedagógico do Projeto Credibilidade. Foi repórter, editor, gerente e diretor de empresas jornalísticas no interior de São Paulo. É doutor em Engenharia de Produção e mestre em Ciências da Comunicação, ambos na USP.


Intervenção no Rio: Como cobrir?
A partir da experiência prática de quem faz a cobertura diária do tema, conheça os desafios e as técnicas de apuração para reportar sobre a intervenção federal no Rio. Três ângulos diferentes e complementares: a comunicação feita pelas comunidades, a mídia tradicional e a mídia nativa digital.

Sobre os Palestrantes

Leandro Demori - The Intercept

Formou-se em jornalismo pela Pontíficia Universidade Católica do Rio Grande do Sul e especializou-se em jornalismo investigativo pela Associazione di Giornalismo Investigativo de Roma. É editor-assistente do site da revista piauí e autor de "Cosa Nostra no Brasil, a história do mafioso que derrubou um império (Companhia das Letras)". É membro do conselho fiscal da Abraji.

Rafael Soares - EXTRA

Rafael Soares é repórter do Jornal Extra, onde cobre segurança pública. Formado em jornalismo na UFRJ, participou da cobertura de casos emblemáticos, como o do pedreiro Amarildo e de Cláudia Silva Ferreira. Venceu os prêmios Direitos Humanos de Jornalismo e Juíza Patrícia Acioli de Direitos Humanos e foi finalista do prêmio Gabriel García Márquez.

Raull Santiago - Coletivo Papo Reto

Raull Santiago é fundador, coordenador e relações públicas do coletivo Papo Reto, do Complexo do Alemão. É também coordenador e articulador do grupo Movimentos - Droga, Juventude e Favela e fez parte de outros coletivos da favela carioca. Colaborou com o canal Globo News por três anos.


Cobertura da Amazônia: desafios e temas
Como reportar a região Amazônica em suas complexidades sem cair na armadilha dos clichês? Jornalistas à frente de iniciativas independentes e reportagens em profundidade mostram possíveis soluções e os desafios de realizá-las.

Sobre os Palestrantes

Gustavo Faleiros - Infoamazônia

Gustavo Faleiros é jornalista e o criador do InfoAmazonia, mapa digital que utiliza satélite e outros dados disponíveis publicamente para monitorar a floresta amazônica. Começou a carreira como repórter do Valor Econômico e foi editor executivo do site de jornalismo ambiental O Eco. Também ajudou a criar a Rede de Comunicações da Amazônia, que treinou jornalistas e produziu 200 histórias sobre questões ambientais na região. É formado em jornalismo pela PUC-SP e é mestre em política ambiental pelo King’s College London.

Elvira Lobato - Freelance

Elvira Lobato formou-se em jornalismo pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Em 2016, Elvira completa quatro décadas de carreira. Trabalhou por 27 anos no jornal Folha de S.Paulo.Vencedora de sete prêmios (Folha, 1999 e 2994; Embratel, 2004; CNT, 2006; Esso, 2008; Comunique-se, 2011; Troféu Mulher Imprensa, 2012), Elvira Lobato é a homenageada do 11° Congresso da Abraji.

Kátia Brasil - Amazônia Real

Katia Brasil é editora executiva e cofundadora da Agência Amazônia Real. Passou por diversos veículos, incluindo O Estado, A Gazeta e TV Educativa (ambos de Roraima), O Globo, Amazonas em Tempo, TV Cultura, O Estado de S. Paulo e Folha de S. Paulo. Formada em jornalismo pela Faculdade de Comunicação e Turismo Hélio Alonso (RJ), é vencedora de um Prêmio Esso de Jornalismo.


CrowdTangle: como descobrir histórias e acompanhar candidatos nas redes sociais
Oficina de como usar a ferramenta Crowdtangle, do Facebook, para acompanhar interações de páginas de candidatos nas eleições, além de menções e compartilhamentos.

Sobre o Palestrante

Carlin Scrudato - CrowdTangle

Carlin Scrudato é líder do CrowdTangle para parceiros de mídia e esportes na América Latina e trabalha ajudando veículos de media a otimizar sua estratégia digital nas redes sociais. Carlin começou sua carreira no Yahoo e na Fox, trabalhando diretamente com esportes. Após desenvolver interesse em políticas públicas, trabalhou para o governo americano representando nomes como a Senadora Barbara Boxer e o ex-presidente Barack Obama.


Jornalismo colaborativo transnacional: crie sua própria rede
O workshop, desenhado com a ajuda do grupo “Controle dos poderosos”, da JSK Stanford Fellowship, ensina a jornalistas de qualquer parte do mundo a como montar do zero a sua própria rede transnacional de jornalistas investigativos, da seleção de parceiros à publicação, passando por monetização, checagem e coordenação da colaboração.

Sobre o Palestrante

Guilherme Amado - JSK Stanford/O Globo

Guilherme Amado é John S. Knight Journalism fellow na Universidade Stanford, onde integra um grupo que desenha maneiras de se inovar no jornalismo investigativo. Começou sua carreira há 10 anos, cobrindo política e crime organizado, com passagens por Extra, Correio Braziliense e Veja. Atualmente licenciado de O Globo, é integrante do International Consortium of Investigative Journalists (ICIJ) e vice-presidente da Abraji. Em 2014, recebeus os prêmios Esso e Tim Lopes.


Como sair da inércia e empreender
Um guia de como iniciar um empreendimento jornalístico com chances de ser sustentável e relevante.

Sobre o Palestrante

Verônica Machado - Jornalista 3.0

Verônica Machado é fundadora do Jornalista 3.0, blog que auxilia jornalistas a colocar projetos na internet. Formada em jornalismo na UniCEUB, também é responsável pela rede de compartilhamento de histórias Vidas Contadas. Foi estagiária da Câmara dos Deputados e do Correio Braziliense, e repórter do mesmo veículo.


Mulheres, violência e a sensibilidade para contar as histórias
Os bastidores de produção de duas grandes reportagens sobre abusos e violência contra a mulher. Como contar essas histórias indo além de estatísticas e boletins de ocorrência?

Sobre os Palestrantes

Carolina Oms - AZMina

Carolina Oms é cofundadora e diretora de redação da Revista Azmina, além de repórter e fotógrafa freelancer. Jornalista formada pela USP, passou por Terra Magazine, Valor Econômico, Folha de S. Paulo e IstoÉ Dinheiro.

Julliana de Melo - Jornal do Commercio

Julliana de Melo editora do NE10 - Portal do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, onde atua como jornalista profissional há 18 anos. Ao longo da carreira, já ganhou mais de 30 prêmios de jornalismo nacionais e internacionais, como o Vladimir Herzog de Direitos Humanos e o Premio Nuevo Periodismo, da FNPI. É uma das coordenadoras do projeto #UmaporUma.

Amanda Célio - AZMina

Amanda Célio, 27 anos, é jornalista e assessora de imprensa. Formada em jornalismo na UNITRI - Centro Universitário do Triângulo, trabalhou no Jornal Correio de Uberlândia. Foi uma das vencedoras do concurso de bolsas da revista AzMina em 2017.

Ciara Carvalho - Jornal do Commercio

Ciara Carvalho é repórter especial do Jornal do Commercio. Começou a carreira estagiando na rádio BBC, em Londres, e passou por diversas editorias do Jornal do Commercio. Formada na UFPE, é especialista em História Contemporânea pela mesma instituição. Já venceu os prêmios Esso, Vladimir Herzog e Embratel, entre outras premiações.


Programa Tim Lopes: a violência não cala jornalistas
Como o Programa Tim Lopes de proteção a jornalistas mostra que a violência contra um comunicador não é suficiente para impedir seu trabalho e o crime não passará impune.

Sobre os Palestrantes

Angelina Nunes - ESPM/Abraji

Jornalista freelancer. É professora na ESPM-Rio e uma das fundadoras do projeto Mulheres 50 Mais. Trabalhou em veículos como TV Manchete, Rádio MEC, TVE, O Dia e O Globo. Está entre as jornalistas mais premiadas do Brasil, tendo conquistado Esso, Embratel, Vladimir Herzog, SIP, IPYS e Rey de España. Foi presidente da Abraji de 2008 a 2009 e hoje integra o conselho da associação. É jornalista pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e mestre em comunicação pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ).

Marcelo Beraba - Estadão

Marcelo Beraba é diretor do Grupo Estado no Rio e em Brasília. Trabalhou em O Globo, no Jornal do Brasil, na TV Globo e na Folha de S.Paulo, onde exerceu, entre outras, a função de ombudsman. Formado na UFRJ, é um dos fundadores e foi o primeiro presidente da Abraji. Recebeu em 2005 o Prêmio Excelência em Jornalismo do ICFJ.

Quinta, 28 de junho - 11h às 12h30


Qual o real impacto das fake news em eleições?
A partir da eleição americana de 2016, a preocupação com a influência de fake news na escolha de mandatários virou pauta mundial, tanto para os próprios meios de comunicação quanto para agentes econômicos e políticos. A preocupação procede? Ou é exagero? O autor da pesquisa ``Exposição seletiva à desinformação: evidência do consumo de notícias falsas durante a campanha presidencial de 2016 nos EUA`` traz informações para o debate.

Sobre o Palestrante

Jason Reifler - Universidade de Exeter

Jason Reifler é professor de ciência política na Universidade de Exeter, no Reino Unido. Reifler dedica-se a estudar percepções equivocadas (misperceptions) e checagem de fatos. É formado na Colby College e doutor pela Universidade Duque, nos EUA.


Como fazer seu conteúdo chegar ao público sem depender das redes sociais
As redes sociais se transformaram nos grandes vetores de conteúdo para os novos meios. Mas depender exclusivamente delas para distribuir o trabalho pode prejudicar os resultados. Especialistas compartilham as principais técnicas de SEO e redação digital para variar fontes de tráfego.

Sobre o Palestrante

Bárbara Zamberlan - Revista Donna

Bárbara Zamberlan é estrategista digital da Revista Donna (Grupo RBS), que tem como público-alvo a mulher gaúcha. Foi analista de produtos e de SEO do Portal Terra, e se especializou na área. É formada em jornalismo no Centro Universitário Franciscano, e é pós-graduada em Jornalismo Digital pela PUC/RS.


Xô chorume: como desmascarar conteúdo enganoso
Como usar o YouTube, o Chrome, o Google Street View e técnicas de busca avançada para identificar e desmentir vídeos falsos e boatos.

Sobre os Palestrantes

Marco Túlio Pires - Google News Lab

Marco Túlio Pires é jornalista e programador com pós-graduação em visualização de dados e gestão de projetos na Universidade de Michigan e na Universidade Georgetown. Foi coordenador de telejornais da TV Globo e repórter de ciência de Veja. Trabalhou no governo de São Paulo com transparência, inovação e tecnologia, e fundou a Jornalismo++, a primeira agência de jornalismo de dados do Brasil. É voluntário da Escola de Dados e desde janeiro de 2017 é líder do Google News Lab na América Latina.

Keila Guimarães - Google News Lab

Keila Guimarães é jornalista de dados do Google News Lab. Formada em jornalismo na Universidade de Taubaté, colaborou com Exame, BBC e European Journalism Centre, além de passagem pela Bloomberg LP. É pós-graduada em Ciências do Consumo na ESPM e mestre em Jornalismo Interativo e de Dados pela City, University of London.

Quinta, 28 de junho - 14h às 15h30


O jornalismo no exílio
Obrigado a sair do próprio país, a Venezuela, por causa de seu trabalho jornalístico, Joseph Poliszuk compartilha a experiência de manter a atividade à distância.

Sobre o Palestrante

Joseph Poliszuk - Armando.info

Joseph Poliszuk é fundador e chefe de redação do Armando.info, veículo venezuelano dedicado ao jornalismo investigativo. Trabalhou em El Nacional e El Universal (ambos da Venezuela), além de colaborar com o espanhol El País. É membro do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ, na sigla em inglês) e coordenou a equipe venezuelana dos Panama Papers.


Cobertura do lobby: como fazer?
A influência de atores privados (empresas, organizações privadas, indivíduos) nas esferas públicas (Congresso, agências reguladoras) tem impacto em políticas públicas mas é pouco visível. Repórteres especializados mostram os caminhos para revelar os interesses envolvidos e acompanhar a ação dos grupos de lobby.

Sobre os Palestrantes

João Peres - O Joio e o Trigo

João Peres é um dos criadores de O joio e o trigo, site dedicado a cobrir políticas públicas de alimentação e o lobby da indústria alimentícia. Foi editor e repórter da Rede Brasil Atual, além de ter passado pelas rádios Jovem Pan AM e BandNews FM. Formado em jornalismo na USP, é autor de Corumbiara, caso enterrado, livro-reportagem sobre massacre ocorrido em 1995 em Rondônia.

Leonardo Cavalcanti - Correio Braziliense

Leonardo Cavalcanti é editor de política do Correio Braziliense. Formado em jornalismo no UniCEUB, é vencedor dos prêmios Andi, Vladimir Herzog, Embratel e CNT de Jornalismo. É especializado em Comunicação e Mídia Digital, também na UniCEUB, pós-graduado em Comunicação e Cinema, e especialista em Ciência Política, pela UnB.


Como contamos grandes histórias a partir de dados
O Monitor da Violência (G1) e a reportagem ``Estudo inédito indica alta chance de fraude em mil provas do Enem`` (Folha) foram dois cases recentes de como os dados podem render grandes histórias. Os autores dos trabalhos compartilham os bastidores de produção e as lições que podem ser aproveitadas por todos.

Sobre os Palestrantes

Thiago Reis - G1

Thiago Reis é repórter e editor do G1, onde coordena equipe de dados, checagem de fatos e projetos especiais. Foi repórter e editor-assistente da Agência Folha. Formado em jornalismo pela PUC-SP, tem MBA em Cinema Documentário pela FGV.

Fábio Takahashi - Folha de S.Paulo

Fábio Takahashi é coordenador do Núcleo de Inteligência da Folha de S. Paulo e vice-presidente da Jeduca. Formado em comunicação social pela Universidade Metodista, começou a carreira no Terra Networks, e está desde 2003 na Folha, onde também foi repórter e editor-adjunto da editoria de Treinamento. Venceu duas vezes o Prêmio Estácio de Jornalismo.

Bruno Paes Manso - NEV/USP

Bruno Paes Manso é jornalista e pesquisador do Núcleo de Estudos da Violência da USP. Formado em jornalismo na PUC-SP e em economia na FEA-USP, é mestre e doutor em ciência política pela Universidade de São Paulo. Foi repórter da Veja, do Estadão e já colaborou com veículos como revista Piauí e Trip.


O uso de dados públicos na cobertura de eleições
Oficina prática sobre o emprego, na cobertura eleitoral, das ferramentas Datascópio, que oferece análises em profundidade de informações em quatro áreas: Congresso Nacional, orçamentária do governo federal, contratações da Petrobras e financiamento eleitoral; e Cruza.Dados, que proporciona consultas breves a essas e mais 12 bases de dados.

Sobre o Palestrante

Claudio Weber Abramo - Dados.org

Durante cerca de quinze anos foi diretor-executivo da Transparência Brasil, organização dedicada ao combate à corrupção. Participou da fundação e co-dirige a dados.org (www.dados.org), organização não-governamental dedicada à coleta, organização e análise de informações detidas pelo poder público.


Desinformação e a Internet: Desafios para o Futuro
Informação enganosa compartilhada on-line pode influenciar as eleições no Brasil. A dra. Claire Wardle, diretora do Information Disorder Project (Projeto Desordem Informacional) e do First Draft, é uma especialista de renome sobre as formas de compartilhamento de informação on-line. Ela falará sobre o interesse dela em monitorar desinformação no Brasil durante as eleições e como redações podem estar aptas a trabalhar em conjunto para entender melhor o WhatsApp e conhecer o que o público conversa em grupos fechados.

Sobre o Palestrante

Claire Wardle - First Draft

Informação enganosa compartilhada on-line pode influenciar as eleições no Brasil. A dra. Claire Wardle, diretora do Information Disorder Project (Projeto Desordem Informacional) e do First Draft, é uma especialista de renome sobre as formas de compartilhamento de informação on-line. Ela falará sobre o interesse dela em monitorar desinformação no Brasil durante as eleições e como redações podem estar aptas a trabalhar em conjunto para entender melhor o WhatsApp e conhecer o que o público conversa em grupos fechados.

Quinta, 28 de junho - 15h30 às 16h30


Networking no intervalo: Jornalismo de dados
Um momento especialmente dedicado para interessados e interessadas em saber mais sobre jornalismo de dados -- de técnicas a iniciativas de mídia com foco na prática -- se conhecerem e trocarem experiências.

Sobre o Palestrante

- - -

Quinta, 28 de junho - 16h30-18h


Sessão especial: homenagem a Zuenir Ventura
A tradicional cerimônia de homenagem de 2018 será dedicada ao jornalista Zuenir Ventura. Será exibido um mini-documentário sobre o homenageado.

Sobre o Palestrante

Zuenir Ventura - O Globo

Zuenir Ventura é colunista de O Globo e o homenageado do 13º Congresso da Abraji. Começou a carreira na Tribuna da Imprensa e passou por Correio da Manhã, Cruzeiro, Jornal do Brasil, Visão, Veja, Istoé e outros veículos. É formado em letras neolatinas na UFRJ e autor de “1968 - o ano que não terminou” e outras obras.

Sexta, 29 de junho - 9h às 16h


Introdução ao Python para jornalistas
O fundamental sobre a linguagem de programação Python, com foco em como usar a biblioteca BeautifulSoup e como fazer raspagem de dados. Intervalo para o almoço das 12h30 às 14h.

Sobre o Palestrante

Álvaro Justen - Escola de Dados

Desenvolvedor de softwares na Escola de Dados e programador no projeto Gênero e Número. Colaborador de projetos de software livre há mais de 9 anos, ministra cursos sobre Arduino e Python, palestra em eventos de tecnologia, desenvolve software em Python e projetos usando Arduino. Formou-se em engenharia de telecomunicações pela Universidade Federal Fluminense (UFF).

Sexta, 29 de junho - 9h às 10h30


Crie o seu Spotlight: como montar um time de investigação
Diretores de equipes de investigação em dois dos principais jornais do país contam como montam seus times e quais são os desafios de coordená-los. Dione lidera o Grupo de Investigação, grupo multimídia da RBS dedicado a reportagens investigativas; Braga coordena a equipe de Cidade do Extra, que coleciona investigações em segurança pública no Rio de Janeiro.

Sobre os Palestrantes

Dione Kuhn - Zero Hora

Dione Kuhn é editora do Grupo de Investigação (GDI), Política, Economia e Geral da Zero Hora. Jornalista formada pela PUC/RS, passou também por Jornal do Comércio, Correio do Povo e Folha de S. Paulo, antes de se estabelecer na Zero Hora. É ganhadora do Prêmio ARI e do Prêmio Imprensa Embratel por reportagem sobre Leonel Brizola.

Rodrigo Rangel - Crusoé

Rodrigo Rangel chefia a redação da revista on-line Crusoé. Foi editor-executivo da Veja e passou pelas redações de Correio Braziliense, O Globo, IstoÉ, Época e Estadão. Formado na Ufes, ganhou três prêmios Esso.

Giampaolo Braga - EXTRA

Giampaolo Braga é editor assistente de produção do Extra e do Globo. Antes, foi repórter, editor assistente e chefe de reportagem de Cidade e Polícia no Extra. É formado em jornalismo pela UFRJ, onde também cursou química.


Segurança pública em dados e narrativas multimídia
As equipes responsáveis pelos especiais ``A Guerra do Brasil`` e ``A tropa dos confrontos``, de O Globo, mostram o trabalho envolvido na transformação de dados de segurança pública em narrativas digitais multimídia.

Sobre os Palestrantes

Igor Mello - O Globo

Igor Melo é repórter da editoria de País de O Globo. Produz reportagens sobre direitos humanos, segurança e contas públicas, frequentemente orientada pelo jornalismo de dados. É formado em jornalismo pela UERJ e já foi repórter de Jornal do Brasil e Lance!.

Gabriel Cariello - O Globo

Gabriel Cariello é jornalista. Foi repórter e editor assistente de O Globo, e continua colaborando com o veículo. Formado em jornalismo pela PUC-Rio, é mestre em Literatura Brasileira pela UFF. Teve trabalhos premiados pela Society for News Design, European Newspaper Awards e ÑH. Foi autor do argumento e roteiro do documentário “A Guerra do Brasil”, que venceu o prêmio de melhor animação do 6º Festcine de Pinhais.

Marco Grillo - O Globo

Marco Grillo é repórter de política de O Globo. Passou por Portal SRzd e pelo Esporte Interativo, além de trabalhar na assessoria de imprensa de políticos. É formado em jornalismo pela PUC-RJ.

Fábio Teixeira - O Globo

Fábio Teixeira é repórter de O Globo, com foco em administração pública, empresas e negócios. Formado em jornalismo na PUC-RJ, fez pós-graduação em jornalismo investigativo pela Abraji/ESPM. Foi repórter do Jornal do Commercio e é freelancer em comunicação corporativa e interna.


Como ler e interpretar pesquisas eleitorais
Representantes de instituições realizadoras de pesquisas explicam as metodologias que adotam e que leituras os jornalistas podem (e não podem) fazer na hora de produzir reportagens com base neles.

Sobre os Palestrantes

Mauro Paulino - Datafolha

Mauro Paulino é diretor-geral do Datafolha. Formado em sociologia na USP, atua há 35 anos em pesquisas de mercado e opinião pública e é especialista em levantamentos de intenções de voto do eleitorado brasileiro. No instituto de pesquisas Datafolha, coordena a realização de pesquisas eleitorais desde 1988.

Fernando Rodrigues - Poder360

Fernando Rodrigues é membro do conselho curador e um dos fundadores da Abraji. Fez mestrado em jornalismo internacional na City University, em Londres, Reino Unido. Mantém uma página de política no UOL, o blog do Fernando Rodrigues, desde o ano 2000 com informações estatísticas e analíticas sobre eleições, pesquisas de opinião e partidos políticos. Em 2007 recebeu uma fellowship da Fundação Nieman, na Universidade Harvard. Trabalhou na Folha de 1987 a 2014 como repórter, editor de Economia, correspondente em Nova York, Tóquio e Washington, e como colunista e repórter na Sucursal de Brasília. Ganhou 4 prêmios Esso: Prêmio Esso de Jornalismo de 1997; Prêmio Esso de Melhor Contribuição à Imprensa em 2002; Prêmio Esso de Melhor Contribuição à Imprensa em 2003 e Prêmio Esso de Melhor Contribuição à Imprensa em 2006, além muitos outros prêmios de jornalismo. É criador e diretor de redação do Poder360, a operação jornalística nativa digital sobre política e assuntos do poder mais antiga em atividade contínua na internet brasileira.

Márcia Cavallari - Ibope

Márcia Cavallari é CEO do IBOPE Inteligência. Formou-se em estatística na USP e tem mestrado em Ciências Políticas com concentração em Pesquisas de Opinião Pública pela Universidade de Connecticut, nos Estados Unidos. Está no IBOPE há mais de três décadas.


Onde encontrar e como usar dados públicos de saúde
Explore as principais bases de dados nacionais e internacionais sobre saúde -- do DataSUS à OMS -- para incrementar a cobertura do tema.

Sobre o Palestrante

Milton Júnior - CFM

Milton Júnior é assessor de imprensa do Conselho Federal de Medicina (CFM) e coordenador de comunicação da Sociedade Brasileira de Pediatria. Foi assessor do Ministério da Saúde e instrutor do curso da Abraji sobre “Como investigar gastos públicos”. Formado em jornalismo pelo IESB, é especializado em Jornalismo de Dados pelo Instituto Internacional de Ciências Sociais.


Ferramentas da Abraji para jornalistas
Conheça as ferramentas criadas e mantidas pela Abraji para facilitar o trabalho de jornalistas e o acesso a informações públicas.

Sobre os Palestrantes

Tiago Mali - Abraji

Coordenador de cursos e de projetos da Abraji. Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação na Universidade de Georgetown. Foi editor da editoria de Ideias na Revista Época, editor e redator-chefe na Revista Galileu, editor dos sites da ONU e do PNUD no Brasil e repórter e editor no site Terra. Na área de cursos, editou a versão em português do Data Journalism Handbook e foi instrutor de cursos de Reportagem com Auxílio do Computador (RAC) da Abraji, além de desenvolver, em parceria com a ONG Contas Abertas, o curso online “Investigando Gastos Públicos”. Em 2017, recebeu o Data Journalism Awards pelo projeto CTRL+X (www.ctrlx.org.br).

Hugo Salustiano - Transparência Brasil

Hugo Salustiano é analista de transparência na Transparência Brasil. Graduando em Relações Internacionais na USP, faz parte da coordenação do projeto Achados e Pedidos.


O comando em mutação: diretores de redação na era das transformações
Um debate sobre as recentes transformações nas redações (da integração entre plataformas às mudanças na forma de distribuição do conteúdo, entre outras questões).

Sobre os Palestrantes

Sérgio Dávila - Folha de S. Paulo

Editor-executivo na Folha de S. Paulo. Foi repórter na extinta Revista da Folha, editor da Ilustrada e correspondente nos Estados Unidos. Cobriu as eleições de George W. Bush e Barack Obama, a crise econômica de 2008 e o 11 de Setembro. Foi o único repórter brasileiro a cobrir a Guerra do Iraque de Bagdá, trabalho que lhe rendeu prêmios como o Esso e o livro "Diário de Bagdá – A Guerra do Iraque segundos os bombardeados" (DBA, 2003). Antes disso, trabalhou como editor na Veja SP e repórter e editor na Playboy. É formado em comunicação social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). De 2004 a 2005, foi Knight Fellow da Stanford University. onde estudou o impacto da globalização na cobertura de jornalismo internacional.

Daniela Pinheiro - Época

Daniela Pinheiro é diretora de redação da Revista Época. Foi repórter e editora de digital e novos projetos da revista Piauí. Passou também por Folha de S. Paulo e Veja. Formada em jornalismo UnB, foi bolsista da John S. Knight Journalism Fellowships na Universidade Stanford.

Alan Gripp - O Globo

Alan Gripp é diretor de redação de O Globo. Iniciou a carreira em O Fluminense também passou pela Folha de S. Paulo. Formado na UFF e especializado em políticas públicas Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (Iuperj), é vencedor de dois prêmios Esso.


Serviço público: a gerência de produto no jornalismo
Uma visão geral de como funciona a gerência de produtos em jornalismo: o que é fundamental saber para fazer uma boa gerência; quais são os processos envolvidos; como funciona na prática em veículos que investem na área.

Sobre os Palestrantes

Paty Gomes - JOTA

Paty Gomes é diretora de produtos do JOTA. Trabalhou na Folha de S.Paulo cobrindo principalmente Educação e esteve na equipe que fundou o Porvir, primeiro site a tratar de edtech no Brasil. Formada em jornalismo na UERJ, foi repórter e editora de inovação no EdSurge, veículo de edtech dos EUA. Fez MBA em Políticas Públicas/Educação na FGV e mestrado em Mídia, Estratégia e Liderança na Northwestern University.

Juan Torres - Correio*

Editor de inovação no Jornal Correio*, gerente de projetos na Escola de Dados, fundador da iniciativa Jornalismo++, de jornalismo de dados e diretor da Abraji. Já trabalhou no Globoesporte.com, no Jornal Extra e foi editor de Cidades no Correio*. É especializado em jornalismo de dados. Venceu o Prêmio BNB de Jornalismo, o Prêmio Tim Lopes de Jornalismo Investigativo, o INMA Global Media Awards e recebeu menção honrosa no Prêmio Vladmiir Herzog em 2016. É formado em jornalismo pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e em administração pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Murilo Garavello - UOL


Vai que eu tô te vendo: como monitorar atividade política no Twitter
Oficina sobre a ferramenta Twitter Archiving Google Sheet (TAGS), mostrando como é possível usar a API do Twitter pra montar uma base de dados sobre atividade política usando o Google Planilhas.

Sobre os Palestrantes

Marco Túlio Pires - Google News Lab

Marco Túlio Pires é jornalista e programador com pós-graduação em visualização de dados e gestão de projetos na Universidade de Michigan e na Universidade Georgetown. Foi coordenador de telejornais da TV Globo e repórter de ciência de Veja. Trabalhou no governo de São Paulo com transparência, inovação e tecnologia, e fundou a Jornalismo++, a primeira agência de jornalismo de dados do Brasil. É voluntário da Escola de Dados e desde janeiro de 2017 é líder do Google News Lab na América Latina.

Keila Guimarães - Google News Lab

Keila Guimarães é jornalista de dados do Google News Lab. Formada em jornalismo na Universidade de Taubaté, colaborou com Exame, BBC e European Journalism Centre, além de passagem pela Bloomberg LP. É pós-graduada em Ciências do Consumo na ESPM e mestre em Jornalismo Interativo e de Dados pela City, University of London.


Cobertura de segurança pública: temas e problemas
Um debate sobre as mudanças (e permanências) da cobertura de segurança pública ao longo dos últimos anos, desde as temáticas abordadas, os tipos de abordagem e as técnicas de apuração adotadas.

Sobre os Palestrantes

Anabela Paiva - Vozerio

Anabela Paiva é jornalista e pesquisadora associada do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania (CESeC) na Universidade Cândido Mendes (RJ), onde co-coordena o projeto de Mídia e Violência. Criou e gerenciou o Vozerio, start-up dedicada a produzir jornalismo investigativo. É consultora de comunicação no Observatório da Intervenção, iniciativa do CESeC que analisa os impactos da Intervenção Federal no Rio de Janeiro.

Luís Adorno - UOL

Luís Adorno é repórter com ênfase em segurança pública do UOL Notícias. É co-fundador da Ponte Jornalismo, onde também foi repórter. Passou por Agora SP, SBT, RedeTV!, Metro e Blog Mural, além de Diário do Turismo e Record TV. Formado em jornalismo na Anhembi Morumbi, é co-autor do livro "Mães em Luta - Dez anos dos Crimes de Maio de 2006".

Maria Carolina Trevisan - UOL

Sexta, 29 de junho - 11h às 12h30


Ferramentas em redes sociais para aumentar o alcance de conteúdo
Representantes das próprias plataformas mostram as ferramentas disponíveis para jornalistas e meios digitais aumentarem o alcance de conteúdos e monetizá-los.

Sobre os Palestrantes

Cauã Taborda - YouTube

Cauã Taborda é gerente de comunicação do Google/YouTube no Brasil. Formado em jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, é especialista em Gestão Integrada da Comunicação Digital nas Empresas pela ECA-USP. Focado na área de tecnologia, com passagens por gestão e planejamento em redes sociais, já trabalhou no IDG Now!, PC World, FSB Comunicação e Diário de S. Paulo.

Maíra Carvalho - Facebook

Maíra Carvalho é gerente de parcerias de mídia no Facebook para o Brasil. Maíra é formada em jornalismo pela PUCRS e especializada em gestão de projeto e planejamento estratégico. Tem passagens por redações de O Globo, Rádio Gaúcha, Terra e Band.

Gustavo Poloni - Twitter


CrowdTangle: como descobrir histórias e acompanhar candidatos nas redes sociais
Oficina de como usar a ferramenta CrowdTangle, do Facebook, para acompanhar interações de páginas de candidatos nas eleições, além de menções e compartilhamentos.

Sobre o Palestrante

Carlin Scrudato - CrowdTangle

Carlin Scrudato é líder do CrowdTangle para parceiros de mídia e esportes na América Latina e trabalha ajudando veículos de media a otimizar sua estratégia digital nas redes sociais. Carlin começou sua carreira no Yahoo e na Fox, trabalhando diretamente com esportes. Após desenvolver interesse em políticas públicas, trabalhou para o governo americano representando nomes como a Senadora Barbara Boxer e o ex-presidente Barack Obama.


O Judiciário e o Brasil de 2018
A definir

Sobre o Palestrante

Luiz Fux - STF

Sexta, 29 de junho - 14h às 15h30


Como transformar dados em reportagens de engajamento
Reportagens em que, além de se informar, o público participa: pode consultar as informações que lhe interessam diretamente, personalizar sua experiência e interagir com os dados. As jornalistas contam sobre o processo de produção do ``Piso salarial dos professores do Paraná`` e do ``Ruralômetro``.

Sobre os Palestrantes

Ana Magalhães - Repórter Brasil

Ana Magalhães é repórter da Repórter Brasil. Tem pós-graduação em Jornalismo Literário e é mestra em Ciência Política pela Universidad Autónoma de Madrid. Trabalhou em jornais como Folha de S.Paulo, Agora e O Tempo, e colaborou para as revistas Trip e Época São Paulo.

Kátia Brembatti - Universidade Positivo/Gazeta do Povo

Repórter da Gazeta do Povo (PR) desde 2004 e professora na Universidade Positivo. Vencedora do Prêmio Esso de 2010 e do Prêmio Latinoamericano de Jornalismo Investigativo de 2011 pela série "Diários Secretos", em que revelou a existência de esquema de desvio de dinheiro na Assembleia Legislativa do Paraná. É formada pela Universidade Estadual de Ponta Grossa.


Dificuldades e recompensas de jovens iniciativas de mídia no Brasil
Uma conversa sobre iniciativas de mídia não tradicionais recentes, suas áreas de atuação e seus modelos de operação que não se focam necessariamente na escalabilidade do negócio, mas na geração pontual e segmentada de conteúdo, produtos e serviços.

Sobre os Palestrantes

Pedro Doria - Meio

Co-fundador e editor da newsletter Meio. Também é colunista de O Globo, O Estado de S. Paulo e CBN. Foi editor-executivo do Globo, editor­-chefe de conteúdos digitais do Estadão e colunista da Folha de S. Paulo. Recebeu o Prêmio Comunique-se de melhor jornalista brasileiro de Tecnologia, entre outros nacionais e internacionais. Em 2012, liderou a equipe que venceu o Prêmio Esso de Melhor Contribuição à Imprensa, no Globo. Esteve entre os fundadores dos sites No. e NoMínimo. Escreveu sete livros. Graudou-se em jornalismo na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e foi Knight Fellow da Stanford University.

Carolina Oms - AZMina

Carolina Oms é cofundadora e diretora de redação da Revista Azmina, além de repórter e fotógrafa freelancer. Jornalista formada pela USP, passou por Terra Magazine, Valor Econômico, Folha de S. Paulo e IstoÉ Dinheiro.

Sergio Spagnuolo - Volt Data Lab

Sérgio Spagnuolo é jornalista, fundador e editor da agência de jornalismo de dados Volt Data Lab, além de diretor da Abraji. É mestre em Relações Internacionais e Direitos Humanos pela PUC-SP. Atua também como editor do site de checagem Aos Fatos. Em 2016, foi fellow do Tow-Knight Center for Entrepreneurial Journalism, um programa de empreendedorismo para jornalistas, em Nova York. Já atuou pelas agências Reuters e Mergermarket, colaborou para as revistas AméricaEconomia, IstoÉ Dinheiro e Capital Aberto, entre outras, e para os portais Yahoo News, Estadao.com e Último Segundo. Também trabalhou no Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), como oficial de comunicação do Centro Mundial para o Desenvolvimento Sustentável (Centro RIO+).

Giulliana Bianconi - Gênero e Número

Giulliana Bianconi é jornalista e fundadora da Gênero e Número, iniciativa de jornalismo de dados voltada à questão de gênero. Atuou como repórter na Folha de S. Paulo e no Diário de Pernambuco, e foi editora de conteúdos de tecnologia e educação na agência Edelman Significa. É formada em jornalismo na UFPE e pós-graduada em Política e Relações Internacionais pela Escola de Sociologia e Política de São Paulo.

Lúcio de Castro - Agência Sportlight


Além da segurança pública: cobertura de políticas de drogas
O tráfico, o consumo de drogas ilícitas, as cracolândias. Como sair do ciclo dos clichês na cobertura da questão das drogas e contribuir para o debate público da questão em seus diferentes aspectos: saúde pública, economia, e segurança pública.

Sobre os Palestrantes

Harumi Visconti - PBPD

Harumi Visconti é jornalista e coordenadora de comunicação da Plataforma Brasileira de Política de Drogas. Formada em jornalismo pela PUC-SP, passou por Época e pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo.

Júlio Delmanto - NEIP

Formado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero, em 2008, é mestre em História Social pela Universidade de São Paulo com a dissertação “Camaradas caretas: drogas e esquerda no Brasil após 1961” em 2013. Participa dos coletivos antiproibicionistas Marcha da Maconha e Desentorpecendo A Razão (DAR).


Mostre e conte: a nova geração de jornalistas
Recém-formados em jornalismo mostram seus trabalhos de conclusão de curso em um painel dinâmico: cada um tem até 10 minutos para passar a mensagem e mostrar o que fez.

Sobre os Palestrantes

Ana Paula Nascimento - Anhembi Morumbi

Formada em Jornalismo pela Anhembi Morumbi, produziu como TCC o documentário "O outro lado da Guerra - A visão de quem cobre", sobre a cobertura de conflitos armados a partir do olhar de correspondentes experientes.

Katharina de Oliveira - Anhembi Morumbi

Formada em Jornalismo pela Anhembi Morumbi, produziu como TCC o documentário "O outro lado da Guerra - A visão de quem cobre", sobre a cobertura de conflitos armados a partir do olhar de correspondentes experientes.

João Pedro Ramalho Martins - Universidade do Estado da Bahia

Formado em Jornalismo pela Universidade do Estado da Bahia, é autor do livrorreportagem "Vazio das Águas: vidas submersas, identidades forjadas", sobre os impactos da construção de uma barragem no interior da Bahia. A partir de uma narrativa do cotidiano de moradores e moradoras da área atingida e de dados, mostra-se os efeitos sobre a economia, a vida em sociedade e a produção agrícola. O livro foi apresentado como TCC.

Felipe Foltran - PUC-Camp

Formado em Comunicação pela PUC-Campinas, produziu o documentário "Sírio Campeão, Carnaval no Ibirapuera", sobre a conquista do campeonato mundial de basquete de 1979 pelo Esporte Clube Sírio, a partir da voz dos atletas e membros da comissão técnica do time à época.

Érika Motoda - Metodista

Formada em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo, produziu como TCC o livrorreportagem "Na casa dos outros". Com as recentes reformas legislativas sobre o trabalho doméstico como gancho e fio condutor, reúne histórias e perfis desses trabalhadores.

Brenda Loci Umbelina Cruz - FIAM-FAAM

Jornalista formada pela FIAM-FAAM, produziu como TCC o livrorreportagem "Nuanças e Cruezas da Loucura - Um percurso entre os manicômios e as residências terapêuticas", sobre a evolução do atendimento psicossocial no Brasil, a partir de histórias de quem já esteve internado em instituições psiquiátricas, de pesquisa histórica e entrevista com especialista.

Paloma Andrade de Vasconcelos - FIAM-FAAM

Jornalista formada pela FIAM-FAAM, produziu como TCC o livrorreportagem Transresistência: Histórias de pessoas trans no mercado formal de trabalho, sobre a inserção de transexuais no mercado de trabalho a partir de dados e da trajetória de pessoas trans já empregadas.

Thomas Jefferson Gonçalves - UnB

Formado em Jornalismo pela UnB, produziu como TCC a reportagem especial "Aikewáras: a guerra contra o esquecimento", em que recupera a história de como indígenas da etnia aikewára foram toturados por agentes do Estado durante os combates contra a Guerrilha do Araguaia, em inícios dos anos 1970 e traça um perfil de como a comunidade indígena está atualmente.

Fabio Amorim - Anhembi Morumbi

Formado em Jornalismo pela Anhembi Morumbi, produziu como TCC o documentário "O outro lado da Guerra - A visão de quem cobre", sobre a cobertura de conflitos armados a partir do olhar de correspondentes experientes.

Lauana Viana - Metodista

Formada em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo, produziu como TCC o livrorreportagem "Na casa dos outros". Com as recentes reformas legislativas sobre o trabalho doméstico como gancho e fio condutor, reúne histórias e perfis desses trabalhadores.

Nathalia Mendes - Metodista

Formada em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo, produziu como TCC o livrorreportagem "Na casa dos outros". Com as recentes reformas legislativas sobre o trabalho doméstico como gancho e fio condutor, reúne histórias e perfis desses trabalhadores.

Larissa Watanabe - Anhembi Morumbi

Formada em Jornalismo pela Anhembi Morumbi, produziu como TCC o documentário "O outro lado da Guerra - A visão de quem cobre", sobre a cobertura de conflitos armados a partir do olhar de correspondentes experientes.

Nayara Dantas - Anhembi Morumbi

Formada em Jornalismo pela Anhembi Morumbi, produziu como TCC o documentário "O outro lado da Guerra - A visão de quem cobre", sobre a cobertura de conflitos armados a partir do olhar de correspondentes experientes.

Gustavo Magnusson - PUC-Camp

Formado em Comunicação pela PUC-Campinas, produziu o documentário "Sírio Campeão, Carnaval no Ibirapuera", sobre a conquista do campeonato mundial de basquete de 1979 pelo Esporte Clube Sírio, a partir da voz dos atletas e membros da comissão técnica do time à época.

Lucas Louzas - PUC-Camp

Formado em Comunicação pela PUC-Campinas, produziu o documentário "Sírio Campeão, Carnaval no Ibirapuera", sobre a conquista do campeonato mundial de basquete de 1979 pelo Esporte Clube Sírio, a partir da voz dos atletas e membros da comissão técnica do time à época.

Luís Otávio de Lucca - PUC-Camp

Formado em Comunicação pela PUC-Campinas, produziu o documentário "Sírio Campeão, Carnaval no Ibirapuera", sobre a conquista do campeonato mundial de basquete de 1979 pelo Esporte Clube Sírio, a partir da voz dos atletas e membros da comissão técnica do time à época.

Mathias Sallit - PUC-Camp

Formado em Comunicação pela PUC-Campinas, produziu o documentário "Sírio Campeão, Carnaval no Ibirapuera", sobre a conquista do campeonato mundial de basquete de 1979 pelo Esporte Clube Sírio, a partir da voz dos atletas e membros da comissão técnica do time à época.


Quando o acaso rende boas reportagens
Um post no Facebook, uma pesquisa de documentos para uma reportagem de rotina e bum: uma pauta, um personagem saltam aos olhos. Mas só a sorte não faz uma boa história. Os repórteres mostram o que mais foi necessário para produzir as reportagens ``Fofão da Augusta`` e ``Como a Justiça condenou a 1ª cirurgia de mudança de sexo``.

Sobre os Palestrantes

Chico Felitti - BuzzFeed News

Chico Felitti é repórter freelancer. Formado em jornalismo pela PUC-SP e em ciências sociais pela USP, foi colunista e repórter da Folha de S. Paulo. Já escreveu para BuzzFeed, Estadão, Glamurama, revista Piauí, revista Galileu e outras.

Amanda Rossi - BBC Brasil

Amanda Rossi é repórter da BBC Brasil e autora do livro "Moçambique, o Brasil é aqui"​, finalista do Prêmio Jabuti 2016. Foi produtora da TV Globo, integrou o Estadão Dados e colaborou como freelancer com Editora Abril, MTV Brasil, Carta Capital, Le Monde Diplomatique, entre outros.


Do Brasil para o mundo: a cobertura transnacional da Lava Jato
Como o alcance internacional das investigações Operação Lava Jato levou jornalistas a criarem redes transnacionais de cobertura do tema na América Latina.

Sobre os Palestrantes

Flávio Ferreira - Folha de S. Paulo

Flávio Ferreira é repórter da Folha de S. Paulo e instrutor dos cursos de investigação de patrimônio e investigação de corrupção da Abraji. Formado em jornalismo na PUC-SP e em direito na USP, é um dos coordenadores do projeto de jornalismo colaborativo “Investiga Lava Jato”, que reúne um grupo de 21 jornalistas do Brasil e de países da América Latina, além de Angola e Moçambique. Já venceu o Grande Prêmio Folha de Jornalismo e o Prêmio Latino-americano de Jornalismo de Investigação.

Milagros Salazar - Convoca.pe

Milagros Salazar é fundadora e diretora do Convoca, veículo peruano. Foi repórter de IDL-Reporteros e do La República. É membro do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ, na sigla em inglês) e professora da Universidade de Lima e da Universidade Ruiz de Montoya.

Romina Mella - IDL-Reporteros

Romina Mella é jornalista e uma das fundadoras do IDL-Reporteros, área de reportagens do Instituto de Defesa Legal, no Peru. O veículo faz parte da rede que faz a cobertura transnacional da operação Lava Jato. Antes, foi repórter do Diario La Republica.

Joseph Poliszuk - Armando.info

Joseph Poliszuk é fundador e chefe de redação do Armando.info, veículo venezuelano dedicado ao jornalismo investigativo. Trabalhou em El Nacional e El Universal (ambos da Venezuela), além de colaborar com o espanhol El País. É membro do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ, na sigla em inglês) e coordenou a equipe venezuelana dos Panama Papers.


Como lidar com o assédio virtual
Maneiras de se proteger da exposição indevida de detalhes pessoais nas redes sociais e o que se pode fazer quando se é alvo de assédio, exposição indevida e agressões na web.

Sobre os Palestrantes

Jason Reich - BuzzFeed

Jason Reich é diretor de Segurança Global do BuzzFeed. Antes de entrar no veículo, liderou uma equipe de especialistas em resposta a crises na região do norte da África e Oriente Médio.

Janaína Garcia - UOL/Jornalistas Contra o Assédio

Thaís Nunes - SBT/Jornalistas contra o Assédio


Conversa com o mestre Zuenir Ventura
Um entrevista com o homenageado do Congresso deste ano, Zuenir Ventura -- e uma aula de jornalismo com um dos maiores jornalistas do país.

Sobre os Palestrantes

Andreia Sadi - Globonews

Andreia Sadi é repórter da Globo News. Passou pelo Portal R7, Portal IG, G1 e Folha de S. Paulo. Formada em jornalismo na PUC-SP, mantém uma coluna sobre política no site do G1.

Zuenir Ventura - O Globo

Zuenir Ventura é colunista de O Globo e o homenageado do 13º Congresso da Abraji. Começou a carreira na Tribuna da Imprensa e passou por Correio da Manhã, Cruzeiro, Jornal do Brasil, Visão, Veja, Istoé e outros veículos. É formado em letras neolatinas na UFRJ e autor de “1968 - o ano que não terminou” e outras obras.

Cláudia Laitano - Zero Hora

Cláudia Laitano é editora de cultura do Zero Hora. Formada em jornalismo pela UFRGS, está no jornal gaúcho desde o início de sua carreira. Possui especialização em Economia da Cultura pela mesma universidade.

Sexta, 29 de junho - 14h às 16h


Jornalismo de dados: dados públicos e truques com planilhas
Oficina prática das principais ferramentas de planilha eletrônica para manuseio de bases de dados públicas.

Sobre o Palestrante

Tiago Mali - Abraji

Coordenador de cursos e de projetos da Abraji. Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação na Universidade de Georgetown. Foi editor da editoria de Ideias na Revista Época, editor e redator-chefe na Revista Galileu, editor dos sites da ONU e do PNUD no Brasil e repórter e editor no site Terra. Na área de cursos, editou a versão em português do Data Journalism Handbook e foi instrutor de cursos de Reportagem com Auxílio do Computador (RAC) da Abraji, além de desenvolver, em parceria com a ONG Contas Abertas, o curso online “Investigando Gastos Públicos”. Em 2017, recebeu o Data Journalism Awards pelo projeto CTRL+X (www.ctrlx.org.br).


Oficina de checagem
-- Atenção: inscreva-se apenas se nunca participou de nenhuma oficina da Agência Lupa -- Curso prático de checagem de fatos a partir da metodologia aplicada pela Agência Lupa.

Sobre o Palestrante

Cristina Tardáguila - Agência Lupa

Diretora fundadora da Agência Lupa, dedicada a checar o grau de veracidade das informações que circulam pelo país. Atua como jornalista desde 2002, com passagens por O Globo (como editora assistente e repórter), revista piauí (como repórter e editora de on-line), Folha de S.Paulo e agência EFE (como editora sênior da sucursal em Português). Em 2014, lançou o blog "Preto no Branco", hospedado no site de O Globo, com checagens de discursos de candidatos durante a campanha eleitoral ora em curso. É formada em Jornalismo pela UFRJ, tem Master em Jornalismo pela Universidad Rey Juan Carlos e MBA em Marketing Digital pela FGV.

Sexta, 29 de junho - 16h às 17h30


Cobrindo gênero e raça: o que podemos aprender com o NYTimes
Especialista em cobertura de questões raciais e de gênero nos EUA, onde os movimentos Black Lives Matter e Me Too ganharam protagonismo, Hannah-Jones fala sobre como cobrir os temas de forma responsável e sem estigmas.

Sobre os Palestrantes

Nikole Hannah-Jones - New York Times

Nikole Hannah-Jones é repórter do The New York Times, especializada na cobertura da questão racial e direitos civis. Trabalhou na ProPublica e colaborou com veículos como The Atlantic Magazine, Huffington Post, Essence Magazine e The Week Magazine.

Marcelo Moreira - TV Globo/Abraji

Sábado, 30 de junho - 9h às 16h


Python intermediário para jornalistas: Pandas e conexão com APIs
Oficina de como aplicar Python para usar APIs e usos possíveis de Pandas aplicados a jornalismo de dados. Oficina voltada a público com conhecimento básico em Python.

Sobre o Palestrante

Pedro Burgos - Impacto

Pedro Burgos é jornalista e bolsista do ICFJ Knight, nos EUA. É fundador do impacto.jor, uma iniciativa que objetiva medir o impacto do jornalismo na vida das pessoas, através de um software criado para reportar e agregar impactos. Foi repórter e editor de diversos veículos, incluindo Jornal do Brasil e Gizmodo Brasil. Além disso, colaborou com veículos como Superinteressante, Mundo Estranho, Folha de S. Paulo e outros. Formado em jornalismo na UnB, é mestre em Jornalismo Social pela Universidade da Cidade de Nova York.

Sábado, 30 de junho - 9h às 10h30


Roda de conversa: desafios do jornalismo local
Quais são os obstáculos e as peculiaridades de fazer jornalismo local no Brasil? Uma conversa com modelos diferentes, mas o mesmo foco: as pessoas ao seu redor. Uma página em rede social com alcance e impacto equiparáveis à mídia tradicional; uma jornalista que começou no WhatsApp e migrou para a TV; um meio hiperlocal a caminho da profissionalização.

Sobre os Palestrantes

Paulo Talarico - Agência Mural

Paulo Talarico é editor da Agência Mural de Jornalismo das Periferias. Também trabalha como repórter na Agência Impacto, com atuação em política e esportes. Formado em jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu, tem pós-graduação em jornalismo esportivo e atualmente cursa história na USP. Antes de tornar-se editor, foi correspondente comunitário da Mural em Osasco.

Lilia Camargo - SBT

Lilia Camargo é repórter de política e polícia da afiliada do SBT em Rio Branco, no Acre. Formada em administração, atua na comunicação desde 2013. Iniciou a carreira no site Ac24hs, onde continua colaborando.

João Henrique - Caruaru no Face

João Henrique da Silva é criador do portal de notícias Caruaru no Face, portal de notícias. Formado em Marketing pela UniFavip Wyden, ele colabora com secretaria municipal de Ordem Pública e com os órgãos de segurança do estado de PE na criação de um mapa da violência em Caruaru.


Treinamento e mentoria de jovens jornalistas
O que os programas de treinamento e mentoria buscam nos candidatos? Como funcionam esses programas? O que um profissional ou um estudante podem ganhar ao participar de iniciativas como o Focas do Estadão, o Trainee da Folha ou o Brio Hunter?

Sobre os Palestrantes

Breno Costa - Brio

Breno Costa é o fundador e chefe de desenvolvimento jornalístico do BRIO Hunter, além de idealizador do programa de mentoria da iniciativa. Como repórter, atuou na Folha de S. Paulo e já colaborou como freelancer com The Intercept Brasil, revista Piauí e outros. Foi diretor de conteúdo do BRIO, que à época publicava reportagens longform.

Carla Miranda - Estadão

Carla Miranda é coordenadora de desenvolvimento editorial do Estadão e responsável pelos cursos de focas do veículo. É formada em jornalismo pela UFRJ e em literatura brasileira pela UFF. É mestre e doutora em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP. Foi editora-assistente do caderno “Metrópole” e editora de Viagem d’O Estado de São Paulo.


Um mundo de muros: cobertura internacional em profundidade
Os bastidores do especial multimídia ``Um mundo de muros``, publicado em meados do ano passado. Um equipe de repórteres mostrou os muros que separam realidades e pessoas em vários lugares do mundo. Quais são os desafios de uma cobertura extensiva com pessoas diferentes trabalhando em locais diferentes?

Sobre os Palestrantes

Lalo de Almeida - Folha de S.Paulo

Lalo de Almeida é fotojornalista. Colabora em fotografia, vídeo e multimídia com a Folha de S. Paulo e também desenvolve trabalhos para o The New York Times no Brasil. Antes, passou por Estadão e revista Veja. Começou a carreira em pequenas agências de Milão, onde estudou fotografia, no Instituto Europeo di Design. Na Europa, cobriu a guerra da Bósnia.

Patrícia Campos Mello - Folha de S.Paulo

Patrícia Campos Mello é repórter especial e colunista da Folha de S. Paulo, e comentarista das TVs BandNews e Band. Foi correspondente do Estadão em Washington e da Gazeta Mercantil na Alemanha. Passou também pelo Valor Econômico. Formada em jornalismo na USP e mestre em Business and Economic Reporting pela Universidade de Nova Iorque, é autora do livro de três livros.


Dados públicos à mão: ferramentas online para jornalistas
Conheça ferramentas online que reúnem dados públicos em consultas dinâmicas e rápidas que são úteis na apuração jornalística. Serão apresentados o Datascópio e o Cruza Dados (Dados.org), o novo Portal da Transparência do governo federal, o Brasil.io.

Sobre os Palestrantes

Álvaro Justen - Escola de Dados

Desenvolvedor de softwares na Escola de Dados e programador no projeto Gênero e Número. Colaborador de projetos de software livre há mais de 9 anos, ministra cursos sobre Arduino e Python, palestra em eventos de tecnologia, desenvolve software em Python e projetos usando Arduino. Formou-se em engenharia de telecomunicações pela Universidade Federal Fluminense (UFF).

Haydee Svab - ASK

Fundadora e CEO da ASK-AR (Analysis of Social Knowledge Associated Researchers), projeto de consultoria de análise de dados e fenômenos sociais. Também é membro da comunidade Transparência Hacker. Foi co-fundadora do PoliGNU – Grupo de Estudos de Software Livre da Poli-USP e da PoliGen – Grupo de Estudos de Gênero da Poli. Graduou-se em engenharia civil com dupla formação em arquitetura na Universidade de São Paulo (USP), tem pós-graduação em democracia participativa, república e movimentos sociais pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e é mestre em engenharia de transportes pela USP.

Diego Rabatone Oliveira - ASK

É cofundador e diretor de Tecnologia da ASK-AR, empresa voltada ao desenvolvimento de produtos orientados por dados, com foco em dados abertos governamentais. É pesquisador-bolsista na UNESP, onde faz pesquisa e desenvolvimento no Projeto Kytos. É mentor de Python e Ciência de Dados na Thinkful, organização voltada a treinamento em tecnologia e inovação. Já atuou no Estadão Dados.

Otávio M. de Castro Neves - CGU

Diretor de Transparência e Controle Social no Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União – CGU. Entre outras atribuições, responde pela gestão do Portal da Transparência, do Sistema Eletrônico de Serviço de Informação ao Cidadão (e-SIC) e do monitoramento da Lei de Acesso a Informação e da Política de Dados Abertos do Governo Federal. Além dessas ações, também é responsável pela gestão da Parceria para Governo Aberto (OGP) no Brasil, pelos programas educacionais infantis sobre ética e cidadania e por outras ações de controle social e prevenção da corrupção implementadas pela CGU.

Leonardo Medeiros - Conectas

Claudio Weber Abramo - Dados.org

Durante cerca de quinze anos foi diretor-executivo da Transparência Brasil, organização dedicada ao combate à corrupção. Participou da fundação e co-dirige a dados.org (www.dados.org), organização não-governamental dedicada à coleta, organização e análise de informações detidas pelo poder público.


Jornalismo e documentário: intersecções
Como reportagens podem se transformar em documentários e o que acontece quando um repórter decide fazer um documentário.

Sobre os Palestrantes

Fabíola Aquino - Cineasta

Cineasta, jornalista e produtora cultural, destaca-se por seus projetos autorais, desempenhando funções como direção, roteiro e produção, realizou nove curtas documentais, sendo “Água de Meninos – A feira do Cinema Novo” o seu primeiro longa-metragem. Foi diretora de produção no documentário "A Luta do Século" - longa-metragem, direção Sérgio Machado. Atualmente produz, dirige e atua no documentário “Diário da Primavera”, longa-metragem para o CineBrasilTv, e é a produtora executiva do documentário "Sem Descanso" - longa com direção de Bernard Attal.

Vinicius Sassine - O Globo

Repórter de O Globo em Brasília, é diretor do documentário "Escape", sobre a vida de uma travesti na Espanha. Em 2017, recebeu o Prêmio Rei da Espanha de Jornalismo pela série de reportagens especiais que escreveu em 2016, denunciando as recusas de transporte de órgãos para transplante da Força Aérea Brasileira (FAB). Além desse, já ganhou mais de dez prêmios nacionais em jornalismo. Trabalhou no jornal O Popular e é co-autor do livro "Caminhos da reportagem" (Cânone, 2011), sobre os bastidores do jornalismo. É formado em jornalismo pela Universidade Federal de Goiás (UFG) e em economia pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO).

Daniel Brunet - O Globo

Daniel Brunet é documentarista e repórter de O Globo. É diretor do curta "Plantão Judiciário", eleito o melhor documentário de curta-metragem no Festival Internacional Colaborativo Audiovisual (Fica.vc) de 2017. É pós-graduado em Cinema Documentário (FGV) e em Análise de Políticas Públicas (UFRJ). N’O Globo, também escreve o Blog Emergência, sobre o sistema de saúde. Venceu o 10º Prêmio SindhRio de Jornalismo e Saúde, com a série “Unidade nova, problema velho”, e finalista do 13º Prêmio Imprensa Embratel, com a série "Crise da Saúde".

Bruno Wendel - Correio*


Faxina nos dados: como usar o Google Dataprep para arrumar bases
Como usar a ferramenta Google Cloud Dataprep para organizar, limpar e preparar dados estruturados ou não estruturados e facilitar a análise.

Sobre os Palestrantes

Marco Túlio Pires - Google News Lab

Marco Túlio Pires é jornalista e programador com pós-graduação em visualização de dados e gestão de projetos na Universidade de Michigan e na Universidade Georgetown. Foi coordenador de telejornais da TV Globo e repórter de ciência de Veja. Trabalhou no governo de São Paulo com transparência, inovação e tecnologia, e fundou a Jornalismo++, a primeira agência de jornalismo de dados do Brasil. É voluntário da Escola de Dados e desde janeiro de 2017 é líder do Google News Lab na América Latina.

Keila Guimarães - Google News Lab

Keila Guimarães é jornalista de dados do Google News Lab. Formada em jornalismo na Universidade de Taubaté, colaborou com Exame, BBC e European Journalism Centre, além de passagem pela Bloomberg LP. É pós-graduada em Ciências do Consumo na ESPM e mestre em Jornalismo Interativo e de Dados pela City, University of London.


Como investigar patrimônios de pessoas públicas
Como buscar e obter informações em cartórios, juntas comerciais, declarações de bens de políticos e outras fontes para investigar o patrimônio de pessoas públicas.

Sobre o Palestrante

Flávio Ferreira - Folha de S. Paulo

Flávio Ferreira é repórter da Folha de S. Paulo e instrutor dos cursos de investigação de patrimônio e investigação de corrupção da Abraji. Formado em jornalismo na PUC-SP e em direito na USP, é um dos coordenadores do projeto de jornalismo colaborativo “Investiga Lava Jato”, que reúne um grupo de 21 jornalistas do Brasil e de países da América Latina, além de Angola e Moçambique. Já venceu o Grande Prêmio Folha de Jornalismo e o Prêmio Latino-americano de Jornalismo de Investigação.

Sábado, 30 de junho - 11h às 12h30


Investigando abusos sexuais: o caso Larry Nassar
Os bastidores de duas grandes reportagens que expuseram anos de abusos sexuais contra atletas e a conivência ou inépcia que permitiram sua continuação.

Sobre o Palestrante

Marisa Kwiatkowski - Indy Star

Marisa Kwiatkowski é repórter investigativa do The Indianapolis Star. Foi uma das jornalistas responsáveis pela investigação sobre casos de abuso sexual na equipe de ginástica dos EUA, que resultou em mais de 250 denúncias contra Larry Nassar, médico da seleção. Formada em jornalismo na Grand Valley State University, coleciona mais de 40 prêmios em 12 anos de carreira.


Como usar dados públicos para investigar empresas
Onde buscar e como ler informações contábeis e financeiras de companhias de capital aberto para fazer reportagens e investigações.

Sobre o Palestrante

Fernando Torres - Valor

Jornalista e colunista no Valor Econômico, onde cobre mercado de capitais e temas societários e contábeis envolvendo companhias abertas. Já trabalhou no Diário do Comércio e no Banco do Brasil. É instrutor nos Cursos On-Line de Investigação de Empresas oferecidos pela Abraji. É formado em jornalismo pela Universidade de São Paulo (USP) e tem MBA em Derivativos e Informações Econômico-financeiras pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Atualmente, faz mestrado em contabilidade na USP.


Soluções para o jornalismo como negócio
Quais são as ferramentas disponíveis para monetizar conteúdo e dar sustentabilidade financeira a um negócio jornalístico?

Sobre os Palestrantes

Claudia Gurfinkel - Facebook

Cláudia Gurfinkel é a chefe de parceiras de mídia do Facebook na América Latina. Ela é responsável por liderar o desenvolvimento de iniciativas do Facebook com veículos de notícias e jornalistas na região, ajudando-os a desenvolver novas audiências e crescer seus negócios na plataforma. Jornalista formada pela ECA/USP, possui 20 anos de experiência no mercado editorial e conteúdo digital. Cláudia tem passagens por empresas como BBC Brasil em Londres, Folha de S. Paulo, Microsoft e Terra.

Fabiana Zanni - Google News Initiative

Formada em Jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero, tem especialização em Publishing on the Web pela Stanford University, em Gestão Executiva pela Fundação Dom Cabral e em Gestão Estratégica de Negócios pela FGV. Foi diretora de Mídia Digital na Abril Mídia até 2013 e atuou como responsável pela estratégia digital da Pearson no Brasil.

Gustavo Poloni - Twitter

Sábado, 30 de junho - 14h às 15h30


Introdução à linha de comando
Conceitos básicos para transformar problemas do mundo real em tarefas que o computador consiga resolver rapidamente. A lógica de programação apresenta abordagens e técnicas para automatizar ou facilitar o trabalho. Não é necessário qualquer conhecimento prévio.

Sobre o Palestrante

Álvaro Justen - Escola de Dados

Desenvolvedor de softwares na Escola de Dados e programador no projeto Gênero e Número. Colaborador de projetos de software livre há mais de 9 anos, ministra cursos sobre Arduino e Python, palestra em eventos de tecnologia, desenvolve software em Python e projetos usando Arduino. Formou-se em engenharia de telecomunicações pela Universidade Federal Fluminense (UFF).


O ecossistema da manipulação nas redes sociais em ano eleitoral
Como opera o sistema de difusão de conteúdo falso, distorcido e hiperpartidarizado nas redes sociais no Brasil? Quais são as gradações presentes no ecossistema de produção de informação (da falsidade pura à verdade editada) e as motivações políticas e econômicas? O debate abordará as questões a partir de exemplos da direita à esquerda e discutirá o que os jornalistas podem fazer nesse contexto.

Sobre os Palestrantes

Leonardo Sakamoto - Repórter Brasil

Leonardo Sakamoto é jornalista e presidente da Repórter Brasil e conselheiro do Fundo das Nações Unidas para Formas Contemporâneas de Escravidão. É formado em jornalismo na USP e doutor em Ciência Política pela mesma universidade. É professor de jornalismo na PUC-SP e escreve diariamente sobre política e direitos humanos em blog no portal UOL.

Pablo Ortellado - USP

Pablo Ortellado é colunista da Folha de S. Paulo e fundador do Monitor do Debate Político no Meio Digital. É doutor em filosofia pela USP, onde também se graduou. Dá aulas de Gestão de Políticas Públicas em um dos campus da universidade.

Janaína Garcia - UOL/Jornalistas Contra o Assédio

Tatiana Vasconcelos - CBN/Jornalistas Contra o Assédio


Os erros e acertos da cobertura da Lava Jato
Quatro anos (e contando) depois do início da Operação Lava Jato, qual é o balanço da cobertura de seus desdobramentos? Onde o jornalismo acertou, onde errou? Como podemos melhorar?

Sobre os Palestrantes

Andreza Matais - Estadão

Andreza Matais é editora da Coluna do Estadão em Brasília, além de colunista da rádio Eldorado. Com passagem pela Folha de S Paulo, venceu o Prêmio Esso de Jornalismo em 2012, por expor o enriquecimento do ex-ministro Antônio Palocci.

Rubens Valente - Folha de S.Paulo

Rubens Valente, 47, é repórter há 28 anos. Atua na Sucursal de Brasília da "Folha de S. Paulo", veículo em que trabalha há 18 anos não consecutivos. Em abril de 2017 lançou o livro "Os fuzis e as flechas - História de sangue e resistência indígena na ditadura" (Companhia das Letras). Recebeu 17 prêmios de jornalismo nacionais e internacionais, entre os quais dois Prêmios de Excelência Jornalística da SIP (Sociedade Interamericana de Imprensa), dois prêmios Esso (um de Reportagem e outro em equipe por Contribuição à Imprensa) e dois Grandes Prêmios Folha. Recebeu três menções honrosas do Prêmio Latinoamericano de Jornalismo de Investigação. Em 2014, lançou o livro "Operação Banqueiro" (Geração Editorial), como resultado de investigações sobre os documentos e bastidores das operações Satiagraha, Banestado e Chacal e da CPI dos Correios.

Thiago Prado - O Globo

Thiago Prado é editor adjunto de País de O Globo. Foi editor da revista Veja e assistente da coluna Radar, do mesmo periódico. Lá, produziu reportagem que ajudou a prender o ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró. Foi repórter do jornal O Dia e venceu os prêmios Lozenzo Natali, Tim Lopes e CNT de Jornalismo. Formado na UFRJ, é conselheiro fiscal da Abraji.


Oooooops! O que grandes jornalistas aprenderam com seus grandes erros
Todo mundo erra. Até grandes nomes do jornalismo. O que importa é o que se aprende a partir desses erros e como usá-los para fazer um trabalho melhor.

Sobre os Palestrantes

Alvaro Costa e Silva - Folha de S.Paulo

Álvaro Costa e Silva é colunista da Folha de S. Paulo. Passou por O Globo, Última Hora, Gazeta Mercantil, Jornal do Brasil e A Notícia, e escreveu para as revistas Manchete e Ele&Ela.

Marcelo Beraba - Estadão

Marcelo Beraba é diretor do Grupo Estado no Rio e em Brasília. Trabalhou em O Globo, no Jornal do Brasil, na TV Globo e na Folha de S.Paulo, onde exerceu, entre outras, a função de ombudsman. Formado na UFRJ, é um dos fundadores e foi o primeiro presidente da Abraji. Recebeu em 2005 o Prêmio Excelência em Jornalismo do ICFJ.


Uso de robôs no jornalismo
Como a automatização de tarefas (com o uso de programas e ferramentas, os ``robôs``) podem otimizar o trabalho em redações, render novos produtos e ser uma alternativa de fonte de renda para pequenas iniciativas de mídia. No JOTA, o Rui Barbot alerta para aniversários de processos parados no Supremo; no Aos Fatos, Fátima faz checagens automatizadas e um dos produtos do veículo é o uso de inteligência artificial em checagens.

Sobre os Palestrantes

Laura Diniz - JOTA

Laura Diniz é sócia-fundadora e diretora de desenvolvimento do JOTA. Especializada na cobertura de Justiça, trabalhou na revista Veja, no Estadão e na Conjur. Foi gerente da Abraji e vice-presidente do Instituto Não Aceito Corrupção. Formada em jornalismo pela PUC-Campinas, venceu o Prêmio Abril de Jornalismo em 2013 pela melhor cobertura de Política, com uma série de reportagens sobre o julgamento do mensalão, publicada pela VEJA.

Tai Nalon - Aos Fatos

É diretora de Aos Fatos, plataforma independente de checagem de fatos. Passou pela Folha de S.Paulo, revista piauí e pelo site da Veja. É formada em jornalismo pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj).


Mostre e conte: 1 ideia, 10 minutos
Participantes inscritos previamente apresentam seus trabalhos recentes: reportagens, aplicativos, nova iniciativa de mídia, produto ou projeto. Ótima oportunidade para conhecer coisas novas e fazer contatos!

Sobre os Palestrantes

Daniela Penha - História do Dia

Jornalista, criou o site "História do Dia", em que diariamente são publicados perfis de personagens da cidade de Ribeirão Preto e região. O objetivo, segundo Daniela, é resgatar a memória da cidade através da trajetória de pessoas que fazem parte do cotidiano. O projeto rendeu um livro, lançado em maio de 2018.

Juliana Bevilaqua - O Pioneiro

Jornalista, é repórter em O Pioneiro, jornal da região serrana gaúcha. Desenvolveu o Olhômetro - De olho nos vereadores, ferramenta digital que permite acompanhar a produção dos vereadores de Caxias do Sul da atual legislatura (2017-2020). Votações de projetos, requerimentos, moções e votos de louvor e congratulações são atualizados a cada sessão. O Olhômetro é inspirado no Basômetro, ferramenta interativa do Estadão, que permite medir o apoio dos parlamentares ao governo.

Thiago Medaglia - Infoamazônia

Jornalista, fundou a start-up Ambiental Media e é editor no Infoamazônia. Participou da criação do projeto Floresta Silenciosa, uma plataforma multimídia bilíngue que nasceu da colaboração entre uma equipe interdisciplinar e internacional de jornalistas, desenvolvedores, fotógrafos e cientistas. Um paper científico publicado na revista Nature em 2017 sobre a degradação florestal na Amazônia foi a base de tudo: a partir dos dados e pesquisas, foi desenvolvida uma história interativa e multicamada. Medaglia abordará o modelo de parceria entre mídia e ciência usado no projeto, e falará de como os dados levantados por cientistas podem municiar jornalistas de dados em reportagens de investigação.

Daiane Costa - O Globo

Jornalista, é repórter em O Globo. Produziu a reportagem "Fome volta a assombrar famílias brasileiras", que foi publicada no site do jornal em julho de 2017 e viralizou. Daiane teve acesso exclusivo a um relatório elaborado por um grupo de entidades civis que monitoram o cumprimento, pelos países signatários, dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, como o Brasil. O relatório sobre Fome e Pobreza alertava sobre a possibilidade de o país voltar ao Mapa da Fome das Nações Unidas, de onde foi excluído em 2014, devido ao desemprego recorde e perda de benefícios sociais decorrentes do ajuste fiscal promovido pelo governo federal. A apuração envolveu o mapeamento de casos em diferentes regiões do país.

Taís Seibt - -

Formada em Jornalismo, faz doutorado em Comunicação. Criou o Laboratório de Fact-Checking, projeto de extensão universitária desenvolvido pelo Filtro Fact-checking, braço de checagens da ONG Pensamento.org, com sede em Porto Alegre. A primeira edição está em andamento, na UFRGS, e os resultados das checagens serão publicadas no site do Filtro.

Bárbara Libório - Aos Fatos

Jornalista, atua no Aos Fatos, dedicado a checagens. Criou o @elasnacamara, robô que twitta diariamente as mudanças na tramitação de proposições com temas relacionados a mulheres. O projeto foi criado a partir de uma API da Câmara dos Deputados que retorna as proposições que tiveram alterações na tramitação num intervalo de tempo pré-definido. O objetivo é deixar mais clara e acessível a ação legislativa na Câmara sobre os direitos das mulheres - que projetos tramitam, se retrocessos estão avançando, etc.

Débora Sögur Hous - -

Formada em Jornalismo, Débora participou da produção da reportagem "Sistema da Justiça viola sigilo e expõe crianças vítimas de estupro", publicada na Folha de S.Paulo em abril deste ano, como resultado do trainee em Jornalismo de Dados do jornal. A partir da raspagem em python do sistema BNMP —Banco Nacional de Mandados de Prisão— e a partir desses dados, com uma consulta muito simples usando SQL e Google Sheets, descobriram a violação do segredo de justiça em casos de estupro de crianças. O sistema citava nome das crianças, nome dos envolvidos e, em diversos casos, até detalhes do crime.

Judite Cypreste - Aos Fatos

Repórter no Aos Fatos, Judite compartilhará sua experiência na interação com programadores/desenvolvedores para produção de reportagens, mostrando como a aproximação é possível e benéfica.

Thays Lavor - -


CrowdTangle: como descobrir histórias e acompanhar candidatos nas redes sociais
Oficina de como usar a ferramenta Crowdtangle, do Facebook, para acompanhar interações de páginas de candidatos nas eleições, além de menções e compartilhamentos.

Sobre o Palestrante

Carlin Scrudato - CrowdTangle

Carlin Scrudato é líder do CrowdTangle para parceiros de mídia e esportes na América Latina e trabalha ajudando veículos de media a otimizar sua estratégia digital nas redes sociais. Carlin começou sua carreira no Yahoo e na Fox, trabalhando diretamente com esportes. Após desenvolver interesse em políticas públicas, trabalhou para o governo americano representando nomes como a Senadora Barbara Boxer e o ex-presidente Barack Obama.


Mulheres nas redações: caminhos para a igualdade de gênero
Jornais como New York Times e El País já contam com editoras de gênero para melhorar a cobertura sobre o tema e garantir equilíbrio na presença de homens e mulheres nas notícias. O assunto é chave no debate contemporâneo, mas faltam diretrizes claras pra melhorar os espaços de trabalho para mulheres nos veículos. Qual o caminho das pedras para tornar as redações mais sensíveis às questões de gênero e mais seguras para as jornalistas? Nesta palestra, três jornalistas vão falar do diagnóstico trazido com a pesquisa ``Mulheres no Jornalismo`` e as medidas que podem ser tomadas (e já estão sendo, em alguns veículos) pra reverter o quadro atual.

Sobre os Palestrantes

Maiá Menezes - O Globo

Formada em jornalismo pela ECO-UFRJ, com pós-graduação em Políticas Públicas. Atuou como repórter nos jornais O Dia e O Globo. Ganhou prêmios jornalísticos como o CNT, o Esso, o Rei de Espanha e o Ipys. Cobriu administração pública e política na maior parte da carreira. Atualmente é editora-adjunta de Política no Globo.

Natalia Mazotte - Open Knowledge Brasil

Natália Mazotte é mestre em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), onde também cursou a graduação em jornalismo. É bacharel em direito pela Universidade Federal Fluminense (UFF). É co-fundadora da Gênero e Número, iniciativa de jornalismo de dados voltada ao debate de gênero. Coordena a Escola de Dados no Brasil e trabalha como jornalista no Centro Knight para o Jornalismo nas Américas. Já trabalhou nas Organizações Globo, no setor de comunicação do Ministério Público do Rio de Janeiro e no Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (Ibase), onde foi editora do projeto Canal Ibase.

Marta Gleich - Zero Hora

Marta Gleich é diretora de redação do Zero Hora. Está no Grupo RBS desde 1983, e foi estagiária, revisora, repórter, repórter especial, editora de seção, editora-chefe e diretora de internet. Formada na UFRGS e tem um máster em Gestão de Empresas Jornalísticas e outro em Jornalismo Digital, ambos pela Escola de Direito do Instituto Internacional de Ciências Sociais (CEU-Iics).


Imagem e Notícia: Visualização de dados e design no jornalismo
Mostra de trabalhos em jornalismo visual, com foco em narrativas multimídia.

Sobre os Palestrantes

Rubens Paiva - O Globo

Editor de Arte do jornal, já atuou no Correio Braziliense. É formado em Desenho Industrial pela Universidade de Brasília (UnB).

Carlos Lemos - Globoesporte.com

Líder do time de desenvolvedores da redação do Globoesporte.com

Thea Severino - Folha de S.Paulo

Editora do núcleo de Imagem da Folha de S.Paulo.

Sábado, 30 de junho - 14h às 16h


Treinamento: como tornar sua redação mais segura
Curso voltado a editores sobre maneiras de avaliar e prevenir riscos aos jornalistas da equipe. Em inglês, com tradução simultânea.

Sobre o Palestrante

Jason Reich - BuzzFeed

Jason Reich é diretor de Segurança Global do BuzzFeed. Antes de entrar no veículo, liderou uma equipe de especialistas em resposta a crises na região do norte da África e Oriente Médio.


Como planejar seu produto jornalístico: oficina de design thinking
Como planejar a criação de um produto jornalístico, desde o refinamento de ideias até a prototipagem e testes para avaliar a viabilidade e sustentabilidade.

Sobre o Palestrante

Adriana Garcia - Orbitalab

Co-fundadora e diretora do Orbitalab, laboratório de inovação em jornalismo no Brasil. Especialista em design thinking, inovação, comunicação e internet. Idealizou a conferência StartupMediaBrazil. De 2012 a 2013, foi pesquisadora e fellow na Stanford University, onde gestou o Orbitalab. Trabalhou nas redações de Thomson Reuters, Revista Exame, Veja SP e Folha de S. Paulo. Foi diretora de comunicação dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos no Rio de Janeiro. É formada em jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo e mestre em comunicação pela Universidade de São Paulo.

Sábado, 30 de junho - 15h30 às 16h


Networking no intervalo: Empreendedorismo
Um momento especialmente dedicado para interessados e interessadas em saber mais sobre empreendedorismo -- de como começar a como se manter ou fazer parcerias -- se conhecerem e trocarem experiências.

Sobre o Palestrante

- - -

Sábado, 30 de junho - 16h às 17h30


A colaboração é o futuro do jornalismo
Investir em colaboração entre diferentes veículos e entre jornalistas é a receita para ampliar o impacto e o alcance de reportagens, dar mais diversidade à produção e incrementar apurações. A tarefa é difícil, porém. Como a ProPublica, exemplo na prática, cria e gerencia as colaborações em que se envolve?

Sobre o Palestrante

Stephen Engelberg - ProPublica

Stephen Engelberg é editor-chefe da ProPublica, um dos principais veículos de jornalismo investigativo dos EUA. Indicado a um Prêmio Pulitzer, foi editor e repórter do The New York Times e editor do The Oregonian. É formado em história, na Universidade Princeton.


Patrocínio

Grupo Globo

Google News Initiative

Facebook Journalism Project

Crusoé Estadão Folha - Não dá para não ler RBS Itaú
McDonalds Poder360 Twitter UOL

Apoio

ABERT - Associação Brasileira das Emissoras de Rádio e TV ACOS Alliance ANER - Associação Nacional de Editores de Revistas ANJ - Associação Nacional de Jornais Comunique-se
Consulado dos EUA no Brasil - Representação SP Fundação Armando Álvares Penteado Fórum de Direito de Acesso a Informações Públicas Imprensa Editorial Jornalistas & Cia.
Knight Center para o Jornalismo nas Américas Oboré Projetos Expeciais em Comunicações e Artes piauí Textual Escritório da UNESCO em Montevideo