Sua programação

A programação pode sofrer alterações até a data do evento. Você poderá modificar a sua grade após o pagamento da taxa de inscrição mediante disponibilidade de vagas. Sempre que uma palestra estiver esgotada esta informação aparecerá nesta página automaticamente.


Quinta, 27 de junho - 09h15 as 11h


Rumos do Brasil: Entrevista com o general Santos Cruz
Entrevista ao vivo com o general Santos Cruz, ex-titular da Secretaria de Governo na gestão Jair Bolsonaro

Sobre o Palestrante

General Santos Cruz - Ex-ministro-chefe da Secretaria de Governo


NO TELÃO - Rumos do Brasil: Entrevista com o general Santos Cruz
Transmissão em streaming do evento principal no auditório

Sobre o Palestrante

General Santos Cruz - Ex-ministro-chefe da Secretaria de Governo

Quinta, 27 de junho - 09h as 12h30


Técnicas de raspagem de dados e acesso a APIs
Diversos sites de transparência pública oferecem atualmente a possibilidade de uso de seus dados por meio de APIs. A oficina mostrará formas de usar esses recursos e aproveitar os dados em apurações jornalísticas.

Sobre o Palestrante

Reinaldo Chaves - Abraji

Jornalista e reponsável pelos projetos Publique-se e Ctrl+X da Abraji. Trabalhou com economia e politica no Diário de S.Paulo e na Folha de S.Paulo. Fez projetos orientados a dados na Repórter Brasil, The Intercept Brasil, Volt Data Lab e Transparência Internacional.


Investigação do gasto público
Oficina sobre como acessar e ler informações sobre o gasto público federal

Sobre os Palestrantes

Gil Castello Branco - Contas Abertas

Fundador e secretário-geral da ONG Contas Abertas, é economista. É membro da Comissão Especial de Controle Social dos Gastos Públicos da OAB.

Carlos Blener - Contas Abertas

Vice-secretário geral da Associação Contas Abertas

Quinta, 27 de junho - 11h15 as 12h45


Fé, fama e fraudes: os abusos de João de Deus
Repórteres contam como foi o trabalho na apuração e revelação das acusações de abuso sexual contra o médium João de Deus, que culminaram na abertura de investigações pela Polícia e Ministério Público, na prisão do médium e revelação de outros possíveis crimes que ele teria cometido.

Sobre os Palestrantes

Pedro Bial - TV Globo

É apresentador de televisão, jornalista, escritor, cineasta e poeta. Já apresentou os programas Fantástico, Big Brother Brasil, Na Moral e, atualmente apresenta o talk-show Conversa com Bial, todos na TV Globo. Cobriu eventos como a Guerra do Golfo, o Colapso da União Soviética e a queda do Muro de Berlim.

Cristina Fibe - O Globo

É repórter especial do jornal O Globo. Trabalhou na revista Poder e na Folha de S. Paulo, onde foi correspondente em Nova York.

Helena Borges - Infoglobo

É repórter, trabalhou na redação do site The Intercept Brasil e nas das revistas nacionais Veja e IstoÉ, sempre nas redações de sucursais no Rio de Janeiro. Seu foco de trabalho é em cobertura nacional de políticas públicas, educação, saúde, meio ambiente, ciência, tecnologia e direitos humanos.


Histórias de abusos por militares no Rio
Os bastidores de reportagens que expuseram com exclusividade casos de tortura em um quartel do Exército no Rio de Janeiro, além de casos suspeitos de execução por atiradores de elite. Serão compartilhadas técnicas e procedimentos que podem ser replicados em outras apurações.

Sobre os Palestrantes

Natália Viana - Agência Pública

É repórter há 20 anos, diretora e co-fundadora da Agência Pública e Jornalismo Investigativo. É autora e co-autora de quatro livros sobre violações direitos humanos: Plantados no Chão (Conrad, 2007), Jornal Movimento, uma Reportagem (Manifesto, 2010) e Habeas Corpus: Que Se Apresente o Corpo (Secretaria de Direitos Humanos, 2010) e o e-book O Bispo e Seus Tubarões, sobre o impeachment de Fernando Lugo no Paraguai (Agência Pública, 2013). Como repórter e editora, venceu diversos prêmios de jornalismo,  entre eles o Prêmio Vladimir Herzog de Direitos Humanos (2005/2016), o prêmio Comunique-se (2016/2017), o Prêmio Troféu Mulher Imprensa (2011/2013) e o prêmio Gabriel García Márquez (2016).

Rafael Soares - Extra

Repórter especializado na cobertura de segurança pública. Colabora com o jornal Extra, O Globo e com a Revista Época.


Ferramentas de verificação: como detectar o que é falso nas redes seguindo a metodologia do First Draft
Oficina de verificação/checagem

Sobre o Palestrante

Sergio Lüdtke - Interatores

É formado pela PUC-RS com Master em gestão de empresas jornalísticas pelo ISE Business School e MBA em Marketing Digital pela FGV. Foi editor de livros, editor-executivo de Internet e Inovação no Grupo RBS e editor de plataformas digitais na Editora Globo. Dirigiu o Master em Jornalismo Digital (ISE) e o Programa Avançado em Gestão da Comunicação Digital na Aberje. Dirige a consultoria Interatores.com e é editor do Projeto Comprova, da Abraji.


Workbench: jornalismo de dados mais fácil e colaborativo
Aprenda as manhas e atalhos de uma das melhores ferramentas de jornalismo de dados para não programadores, valendo-se de recursos avançados como importação grandes conjuntos de dados, raspagem simples, análise de Twitter, elementos de SQL e visualização de dados.

Sobre o Palestrante

Sérgio Spagnuolo - Volt Data Lab/Abraji

Jornalista, fundador e editor da agência de jornalismo de dados Volt Data Lab, além de mestre em Relações Internacionais e Direitos Humanos pela PUC-SP e colaborador do portal de checagem Aos Fatos. É membro do conselho da Abraji desde 2018. Em 2016, foi fellow do Tow-Knight Center for Entrepreneurial Journalism, um programa de empreendedorismo para jornalistas, em Nova York.


Cobrindo política sem fomentar a polarização
Uma palestra sobre como os jornalistas podem cobrir assuntos políticos incentivando o consenso, em vez da disputa, de modo a pacificar o contexto de polarização política no Brasil

Sobre os Palestrantes

Cris Bartis - Mamilos Podcast

Co-Fundadora e apresentadora do Mamilos Podcast.

Raquel Cabral - Unesp


Drible na licitação: o esquema da CBF para vender direitos de transmissão do Brasileiro
Bastidores da série de reportagens que revelou a contratação, pela CBF, de empresa com sede em paraíso fiscal para adquirir os direitos de transmissão do Brasileiro. A empresa sequer participou da licitação que fora realizada pouco tempo antes. https://www1.folha.uol.com.br/esporte/2018/10/dona-de-direitos-do-brasileiro-tem-sede-em-paraiso-fiscal.shtml

Sobre os Palestrantes

Diego Garcia - Folha de S.Paulo

Repórter de esportes da Folha de S. Paulo. Antes, passou por ESPN, Terra e Placar. Cobriu grandes eventos esportivos, como Copa do Mundo e Olimpíadas. Ganhou dois Prêmios Aceesp, da Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo, um por matéria que denunciou irregularidades na venda de Neymar ao Barcelona, outra pela série "Dossiê Handebol", que mostrou fraudes na confederação. Foi indicado pelo Ministério Público Federal a dois Prêmios República, um deles pela série "Dossiê das Contas", que trouxe irregularidades nas contas do Ministério do Esporte. Teve duas indicações ao Prêmio Folha, por furo de abuso sexual na base do Santos e pela série sobre esquema de licitações na CBF.

Catia Seabra - Folha de S.Paulo

É repórter especial da Folha de S. Paulo. Foi ganhadora da edição de 2014 do Grande Prêmio SIP de Cobertura Noticiosa, além do prêmio CNT e CNH, pela série de reportagens por “Fora dos trilhos: as revelações do cartel ferroviário no Brasil", que revelou esquema fraudulento de empresas multinacionais no setor de transporte ferroviário no Brasil. Venceu também o Prêmio principal do Esso e do Prêmio Latinoamericano de Periodismo de Investigación, concedido pelo Instituto Prensa y Sociedad (IPYS) e pela Transparência Internacional (2012), com a série "O patrimônio e as consultorias que derrubaram Palocci". Trabalhou no O Globo, de 1990 a 2004. Está na Folha desde 2004, tendo atuado em Brasília e São Paulo.


Segurança pública sob o olhar local: lições e desafios
Como é fazer a cobertura de segurança pública em três diferentes contextos de jornalismo local: um grande jornal regional, um meio de comunicação popular em uma comunidade e um ``meio de comunicação de uma pessoa só`` em uma cidade do interior do país. Como é a relação com as fontes? A proximidade delas e dos acontecimentos interfere de alguma forma no trabalho e na segurança de quem faz o trabalho?

Sobre os Palestrantes

Dani Moura - Redes da Maré

Jornalista há mais de 20 anos. Já esteve nas redações do Fantástico, Linha Direta e Canal Futura. Na Redes da Maré editou o jornal comunitário impresso Maré de Notícias por 2 anos, com tiragem de 50 mil exemplares. Ajudou na implementação do Maré Online, portal de notícias da Maré. Atualmente coordena o setor de comunicação da instituição. Formada pela FACHA e pós graduada em Jornalismo e Políticas Públicas pela UFRJ.

Thiago Paiva - Freelancer

Anabela Paiva - Cesec


Como fazer reportagem investigativa em rádio
O passo-a-passo da reportagem investigativa em rádio a partir de exemplos, focando nas diferenças em relação à produção escrita.

Sobre o Palestrante

Guilherme Balza - CBN

Jornalista da Rádio CBN.

Quinta, 27 de junho - 14h as 15h30


Lançamento do projeto Comprova 2
O projeto Comprova, coalizão de veículos de mídia, voltará a atuar no segundo semestre de 2019, agora com um papel mais educativo e focado em combater a desinformação sobre políticas públicas na internet. https://abraji.org.br/comprova-tera-segunda-edicao-focada-em-politicas-publicas

Sobre os Palestrantes

Angela Pimenta - Projor

Jornalista e mestre em Jornalismo pela Columbia University School (2001). Presidente do Projor (Instituto para o Desenvolvimento do Jornalismo) desde julho de 2015, é coordenadora-executiva do Projeto Credibilidade. Foi editora-sênior da revista Exame em Brasília (2007-2011), sócia da consultoria Patri Políticas Públicas (2012-2014) e representante da Online News Association no Brasil (2009-2014).

Claire Wardle - First Draft

Uma das maiores especialistas sobre o fenômeno da desinformação nas redes sociais, é atualmente pesquisadora do TED, onde trabalha em uma nova iniciativa para ajudar a melhorar a qualidade da informação online. Ela também comanda o First Draft, organização sem fins lucrativos que pesquisa e combate a desinformação, e que foi responsável pela implantação do Projeto Comprova no Brasil. Anteriormente, foi pesquisadora do Shorenstein Center on Media, Politics and Public Policy da Harvard Kennedy School, diretora de pesquisa do Tow Center for Digital Journalism da Columbia Journalism School e diretora de mídia social da Agência das Nações Unidas para Refugiados. É doutora em Comunicação e mestre em Ciência Política pela Universidade da Pensilvânia.


Storytelling e podcasts: Projeto Humanos - O Caso Evandro
Bastidores da série ``O Caso Evandro``, a quarta temporada do podcast Projeto Humanos, sobre o caso popularmente conhecido como ``as Bruxas de Guaratuba``. Investigação sobre sequestro e assassinato do menino Evandro, na década de 1990, no litoral Paraná, envolvendo suspeitas de que a autoria do crime tenha sido determinada por meio de tortura/coerção.

Sobre o Palestrante

Ivan Mizanzuk - AntiCast

Professor de história da arte e design na PUC-PR e na UniBrasil, produz desde 2011 o AntiCast - podcast com foco em história, política e artes que hoje é uma rede de podcasts. No início de 2015, lançou o Projeto Humanos, dedicado ao formato de podcast narrativo. Escritor, é autor do romance de terror "Até o Fim da Queda".


Cobertura política diária: noções básicas
O que é preciso para ser um repórter cobrindo política diariamente? Como construir relações com fontes, como mantê-las, ferramentas e técnicas para se manter atualizado nas agendas, como manter a precisão frente ao volume e velocidade dos acontecimentos. Visões de diferentes experiências: federal e local

Sobre o Palestrante

Basilia Rodrigues - CBN

Jornalista na rádio CBN e editora da Revista Evoke. Em 2018, recebeu o Troféu Mulher Imprensa na categoria repórter de rádio.


"Não leia os comentários": é hora de repensar a interatividade com o leitor?
Os espaços para comentários de leitores nas notícias publicadas na internet parecem ter se desvirtuados dos objetivos para os quais foram criados. Sem meios para fazer uma efetiva triagem desses comentários, os portais são hoje vitrines para a propagação de fake news e discurso de ódio. Tanto é que, quando reivindicações antidemocráticas começaram a ser vistas nas manifestações dos últimos anos, não foram poucos os que brincaram: ``o comentarista de jornal saiu da internet``. Para que servem hoje os comentários? Qual o saldo da experiência dos principais portais com o uso desse recurso? Ainda faz sentido manter caixas de comentários nas notícias nos formatos atuais? Até que ponto esse recurso legitimou o discurso de ódio? Quais alternativas podemos pensar para construir uma interatividade mais saudável com o leitor? Os canais de WhatsApp criados pelos veículos de comunicação podem substituir o papel dos comentários? Como está essa discussão em outros países? Essas são algumas das questões que poderiam ser discutidas nessa roda de conversa.

Sobre o Palestrante

Ricardo Fotios - UOL

É jornalista e gerente geral na área de Conteúdo do UOL, gestor de Qualidade, Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) e Conteúdo BOL. Mestre em Produção Jornalística e Mercado pela ESPM-SP, MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas. Professor e pesquisador de temáticas do ciberjornalismo e da comunicação em redes de dados na ESPM-SP. Autor de "Reportagem Orientada pelo Clique: o critério de audiência na notícia on-line".


Série Realidades: O jornalismo na Amazônia
Comunicadores que atuam na região amazônica narram suas realidades e os problemas que enfrentam para transmitir informações locais ao público, mostrando o que há de comum e o que há de diferente no trabalho jornalístico no país

Sobre os Palestrantes

Jaime Júnior - SBT

Formado em Jornalismo pela ULBRA e em Engenharia Civil pelo ITPAC. Desde 2012 apresenta o Aqui Agora Tocantins, criado por ele e exibido pelo SBT. Já foi editor e apresentador do jornal Segunda Edição da TV Anhanguera, afiliada da TV Globo em Palmas. Em Goiás, foi repórter e apresentador nas afiliadas locais do SBT e da Globo.

Jéssica Botelho - Centro Popular do Audiovisual-Manaus

É colaboradora no Centro Popular do Auduovisual (Manaus/AM), pesquisadora e produtora freelancer de conteúdo em projeto sobre Internet e Direitos Humanos no Centro de Ensino e Pesquisa em Inovação (CEPI) da FGV Direito-SP.

Taymã Carneiro - G1 Pará

É jornalista e repórter do G1 Pará. Foi um dos dez selecionados para a bolsa de jornalismo regional, oferecida pela Abraji em parceria com a Transparência Internacional.


Caso Queiroz: laranja ou o melhor vendedor de carros do mundo?
As reportagens que revelaram as movimentações de dinheiro do motorista de Flávio Bolsonaro e adjacências. Serapião foi o primeiro a noticiar a investigação do Coaf; Juliana e Igor expandiram o tema em investigações próprias; Camila e Italo rastrearam gastos de Flávio com imóveis

Sobre os Palestrantes

Juliana Castro - O Globo

Formada em Jornalismo pela UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro), é repórter de O Globo desde 2009. Dedica-se principalmente à cobertura de política. Anteriormente, foi repórter e produtora no UOL.

Fábio Serapião - Crusoé

Formado em jornalismo pela PUC de Campinas, começou a profissão como repórter no Correio de Campinas. Passou pelo SBT e Estadão. Desde 2012, cobre grandes operações de combate ao crime organizado. Foi finalista do Prêmio Esso em 2013 e, em 2018, revelou o relatório do Coaf sobre as movimentações financeiras de Fabricio Queiroz, ex-assessor de Flavio Bolsonaro.


O que você precisa saber para não passar vergonha ao cobrir temas de internet
Especialistas traduzem os principais conceitos sobre o funcionamento e a governança da internet, para ajudar jornalistas a fazer a cobertura de temas como neutralidade da rede, proteção de dados pessoais e direitos humanos na rede.

Sobre os Palestrantes

Veridiana Alimonti - Electronic Frontier Foundation

Advogada, analista sênior de políticas para a América Latina da Electronic Frontier Foundation, mestre em Direito Econômico e doutoranda em Direitos Humanos pela Faculdade de Direito da USP. Foi estudante visitante no Departamento de Proteção de Dados do Conselho da Europa em 2017, representante titular do terceiro setor no Comitê Gestor da Internet no Brasil entre 2011 e 2013 e representante dos consumidores no Comitê de Defesa dos Usuários de Serviços de Telecomunicações da Anatel (CDUST) até o inicio de 2015.

Danilo Doneda - Instituto Brasiliense de Direito Público

Advogado, bacharel em Direito pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), Mestre e Doutor em Direito Civil pela UERJ. É professor no mestrado em direito do Instituto Brasiliense de Direito Público. Foi Coordenador-Geral na Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça. É consultor da Comissão Europeia, do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) e da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz). É membro dos conselhos consultivos do Projeto Global Pulse, da Organização das Nações Unidas, do Projeto Criança e Consumo, do Instituto Alana e da Open Knowledge Brasil. Autor de livros e diversos artigos sobre direito civil, proteção de dados pessoais e temas relacionados à direito, internet e sociedade.


As bases de dados mais úteis para jornalistas
Fontes para jornalismo de dados.

Sobre o Palestrante

Tiago Mali - Poder 360

É chefe de redação do Poder360. Foi coordenador de projetos e cursos da Abraji.


Não temam o código! (oficina de introdução a programação para jornalistas)
Não temam o código! (introdução a programação para jornalistas)

Sobre os Palestrantes

Cecília do Lago - Estadão

Jornalista, é repórter no Estadão Dados - núcleo especializado em jornalismo de dados do Estadão desde 2017. Anteriormente, foi social media da secretaria municipal de Saúde de São Paulo e assistente de produção e pesquisadora para documentários. Em 2018, foi finalista do Cityvis Award na categoria Jornalismo.

Rodrigo Menegat - Estadão

Jornalista visual e de Dados no Estado de S. Paulo. É formado pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), com especialização em jornalismo de dados na Universidade de Columbia, em Nova York.


Como usar o site do CepespData para navegar dados eleitorais
Como saber quantas vereadoras foram eleitas por município no estado de São Paulo em 2016? Informações sobre perfil de candidatos, votos recebidos, e distribuição espacial dos votos? Nesta oficina você vai aprender como navegar, baixar e analisar dado eleitorais para responder esta e muitas outras perguntas. O Cepespdata/FGV, desenvolvido com apoio da FAPESP e do TSE, disponibiliza online dados eleitorais por meio de uma interface gráfica e amigável ao usuário. Além da exploração dos dados, serão apresentadas as formas de consulta e de navegação através do site do CepespData, bem como as formas de download/exportação dos dados para uso local (off-line, em seu próprio computador).

Sobre os Palestrantes

Eliana Lins Morandi - Cepespdata/FGV

Assistente de pesquisa no Cepespdata/FGV e mestranda em Administração Pública e Governo na EAESP-FGV. Possui experiência em pesquisa quantitativa, georreferenciamento de dados, tratamento, documentação, análise e visualização de dados em R.

Gabriela Campos - Cepespdata/FGV

Assistente de pesquisa no Cepespdata/FGV e mestranda em Administração Pública e Governo na EAESP-FGV. Possui experiência em pesquisa quantitativa e programação, com foco nas linguagens R e SQL.

Rebeca Carvalho - Cepespdata/FGV

Assistente de pesquisa no Cepespdata/FGV e graduanda em Ciências Sociais na FFLCH - USP. Possui experiência em tratamento, análise e visualização de dados na linguagem R.

Marina Merlo - Cepespdata/FGV

Assistente de pesquisa no Cepespdata/FGV e doutoranda em Ciência Política na FFLCH - USP. Atuou como analista de dados na Folha de S. Paulo durante as eleições de 2018. Possui experiência na área de estudos eleitorais, organização partidária e métodos de análise de dados quantitativos em linguagem R.

Lara Mesquita - Cepespdata/FGV

Possui graduação em Ciências Sociais – FFLCH – USP (2005), mestrado em Ciência Política – FFLCH – USP (2009) e Doutorado em Ciência Política no IESP/UERJ (2016). Atualmente é Posdoc no Centro de Política e Economia do Setor Público (FGV-CEPESP). Tem experiência na área de Ciência Política, com ênfase em política brasileira, partidos e eleições. Bolsista Fapesp vinculada ao projeto temático “As Instituições Políticas Subnacionais: um Estudo Comparativo dos Estados” (13/15658-1).


Instagram para notícias
Oficina Facebook (a definir)

Sobre o Palestrante

Lila King - Instagram

Lila King lidera parcerias globais de notícias para o Instagram. Antes de ingressar no Instagram em 2016, King teve uma longa passagem pela CNN Worldwide, onde criou a equipe Social News para a rede e desenvolveu o CNN iReport, o primeiro esforço de jornalismo cidadão dentro de uma organização tradicional de notícias. Ela é baseada em Nova York.

Quinta, 27 de junho - 16h30 as 18h


Homenagem a Miriam Leitão / Lançamento Prêmio Cláudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados (Open Knowledge Brasil)
Homenagem a Miriam Leitão / Lançamento Prêmio Cláudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados (Open Knowledge Brasil)

Sobre o Palestrante

Miriam Leitão - O Globo/TV Globo/CBN

É jornalista, colunista de O Globo, comentarista da TV Globo, Globonews e CBN, escritora e autora do livro Saga Brasileira.


NO TELÃO: Homenagem a Miriam Leitão / Lançamento Prêmio Cláudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados (Open Knowledge Brasil)
Transmissão em streaming da sessão de homenagem realizada no audtório

Sobre o Palestrante

Miriam Leitão - O Globo/TV Globo/CBN

É jornalista, colunista de O Globo, comentarista da TV Globo, Globonews e CBN, escritora e autora do livro Saga Brasileira.

Sexta, 28 de junho - 9h as 10h30


Operação Infektion: vídeos do New York Times desvendam o uso político das notícias falsas
(Em inglês, com tradução simultânea) Série de vídeos feita para a editoria de Opinião do New York Times que ajuda a entender a origem do conceito de fake news, por meio da cartillha usada pelos russos desde a Guerra Fria. Composta por três capítulos, a série revela como a KGB se especializou em estratégias de desinformação, tendo criado nos anos 1980 a história de que os Estados Unidos haviam criaram o vírus da AIDS para matar os africanos. E analisa como esse conceito se aprimorou até os dias de hoje. https://www.nytimes.com/2018/11/12/opinion/russia-meddling-disinformation-fake-news-elections.html

Sobre o Palestrante

Adam B. Ellick - The New York Times

Diretor e produtor executivo de vídeos para a editoria de Opinião do NYT, dentre os quais a série "Operation Infektion". Já atuou como correspondente internacional dedicado à cobertura de direitos humanos no jornal. Em 2009, seu documentário "A história de Malala" ("Malala's Story") apresentou a jovem ativista ao mundo. Liderou a cobertura em vídeo dos ataques terroristas em Paris em 2015.


Notícias do deserto: retratos da diversidade da mídia local no Brasil
Os bastidores do especial multimídia produzido como parte do projeto Atlas da Notícia, mostrando como é a imprensa local em diversas regiões do país: influência de políticos ou empresas, trabalho solitário em blogs, denúncia e prestação de serviços em rádios.

Sobre os Palestrantes

Ana Terra Athayde - Freelancer

Videojornalista. Produz, filma e edita documentários e reportagens para veículos nacionais e internacionais. Como bolsista da IWMF (International Women's Media Foundation), Ana produziu e dirigiu o documentário Filhos de Ruanda (2017), exibido pela GloboNews. Tem mestrado pela Columbia Journalism School, de Nova York. Como editora de texto da GloboNews, de 2009 a 2013, ela recebeu três prêmios nacionais pelo trabalho na série Juízes Ameaçados. Recentemente, trabalhou com Elvira Lobato em séries de reportagens sobre mídia local para o Atlas da Notícia.

Elvira Lobato - Freelancer

Trabalhou na Folha de S.Paulo por 25 anos. Venceu alguns dos principais prêmios de jornalismo no Brasil, como o Prêmio Esso, por uma reportagem de 2007 sobre o crescimento do patrimônio da Igreja Universal. A reportagem a fez ser alvo de 66 processos movidos por pessoas que se declararam pastores da igreja; organizações profissionais de jornalismo, como a Abraji, denunciaram nesses processos uma tentativa de intimidação.


Cobertura econômica: noções básicas
Curso: o que um(a) repórter de economia precisa saber, no mínimo, para fazer uma cobertura precisa e qualificada sobre temas macroeconômicos? Como buscar e cultivar fontes nesse meio?

Sobre o Palestrante

Thais Carrança - Valor

Repórter do Valor Econômico desde 2014. É formada em jornalismo pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP) e pós-graduada pelo Instituto Educacional BM&FBovespa e pela UBS Escola de Negócios. Em 2013, foi destaque do Prêmio da Associação Brasileira de Franchising na categoria Sustentabilidade.


A imprensa internacional de olho no governo Bolsonaro
Integrantes de meios de comunicação estrangeiros que publicam regularmente sobre o Brasil falam sobre os cuidados que tomam ao retratar o novo presidente brasileiro no exterior, além de mudanças que sentiram ou não na relação com o governo.

Sobre os Palestrantes

Andrew Fishman - Intercept

Editor geral do Intercept Brasil e repórter do Intercept. Suas reportagens têm se concentrado em segurança, tecnologia, direitos humanos, Brasil e nos documentos vazados por Edward Snowden. Anteriormente, publicou trabalhos como jornalista independente e produtor multimídia na NPR, Al Jazeera English, Bloomberg TV e outros meios.

Sam Cowie - Freelancer

É um jornalista britânico que vive em São Paulo, Brasil. Contribui para o Intercept, The Guardian, Al Jazeera e BBC, onde apresenta um programa de rádio quizenal. Já fez coberturas em países como o Brasil, Moçambique, Suazilândia, Paraguai e Índia.

Brad Haynes - Reuters

Sarah Maslin - Economist


O impacto da cobertura de tragédias - Brumadinho e Mariana
A cobertura de tragédias como a de Mariana e Brumadinho, em MG, exige longas jornadas, contato intensivo com vítimas e familiares e autoridades. Dois repórteres que atuaram nos dois acontecimentos compartilham quais foram os principais desafios que enfrentaram e como os superaram e qual foi o impacto do trabalho sobre eles e sobre o público.

Sobre os Palestrantes

Fred Bottrel - Estado de Minas

É subeditor no jornal Estado de Minas, onde trabalha com gestão para criação de conteúdos digitais. Coordena o Núcleo de Criação Multimídia, responsável por produzir vídeos, editar reportagens especiais em longo formato e desenvolver novos produtos com foco digital. Estudou cinema digital na New York Film Academy. É graduado em Comunicação Social com habilitação em jornalismo e formação complementar em cinema pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Já trabalhou também no Correio Braziliense. Venceu o Prêmio Petrobras de Jornalismo por duas vezes: em 2017 e em 2015.

Amanda Rossi - BBC Brasil

É repórter especializada em jornalismo de dados. Atualmente na BBC Brasil, foi produtora da TV Globo e liderou algumas das principais reportagens guiadas por dados da emissora. Integrou o Estadão Dados, é autora do livro-reportagem “Moçambique, o Brasil é aqui – uma investigação sobre os negócios brasileiros na África”, lançado em 2015 pela Editora Record. Formada em jornalismo pela USP.


Open Source Intelligence contra conteúdos enganosos nas redes
Open Source Intelligence contra conteúdos enganosos nas redes

Sobre os Palestrantes

Andy Carvin - Digital Forensic Research Lab - Atlantic Council

É membro do Atlantic Council, think tank americano focado em assuntos internacionais. Foi editor-chefe da NowThis; fundador e editor do report.ly, uma iniciativa de notícias focada no uso de mídias sociais para informar sobre direitos humanos e justiça social, além de estrategista sênior de mídia social da National Public Radio (NPR). Ganhou o prêmio Knight Batten de 2012 por inovação em jornalismo e foi eleito o Melhor Jornalista do Twitter no Shorty Awards de 2012 por sua cobertura da Primavera Árabe. A experiência também é tema do livro "Distant Witness". Foi finalista da lista das 100 pessoas mais influentes do mundo, feita pela revista TIME. É bacharel em retórica e mestre em políticas de telecomunicações pela Northwestern University.

Luiza Bandeira - Digital Forensic Research Lab - Atlantic Council

É jornalista, especializada na cobertura de política e políticas públicas. É fundadora da Agência Resposta de notícias. Passou pelas redações de grandes veículos como BBC e Folha de S.Paulo. É mestra em Políticas Sociais e Desenvolvimento pela LSE (London School of Economics and Political Science) e pesquisadora assistente do Atlantic Council, think tank americano focado em assuntos internacionais.


Lei de Acesso à Informação: melhore seus pedidos e receba mais respostas
Lei de Acesso à Informação - melhore seus pedidos e receba mais respostas

Sobre os Palestrantes

Leo Arcoverde - GloboNews/Fiquem Sabendo

Produtor de reportagem na GloboNews e editor-chefe do site de jornalismo de dados Fiquem Sabendo, agência de dados públicos especializada na Lei de Acesso à Informação.

Luiz Fernando Toledo - TV Globo/Fiquem Sabendo

Repórter de dados da TV Globo e um dor organizadores do Fiquem Sabendo, agência de dados públicos especializada na Lei de Acesso à Informação. Foi pesquisador do International Center for Journalists (ICFJ, sigla em inglês) e repórter visitante da ProPublica em 2018.

Maria Vitoria Ramos - Fiquem Sabendo

Diretora financeira do Fiquem Sabendo, agência de dados públicos especializada na Lei de Acesso à Informação.

Fabiana Cambricoli - Estadão/Fiquem Sabendo

Jornalista formada pela ECA-USP e mestra em Saúde Pública também pela USP. É repórter do Estadão, especializada em cobertura de saúde pública e políticas públicas. Integra o conselho consultivo do Fiquem Sabendo. Em 2017, foi fellow do International Center for Journalists (ICFJ).


Isso a mídia não mostra, mas nós mostramos
Grupos historicamente sub-representados ou esterotipados na mídia criam e gerenciam veículos de nicho para esses públicos, fazendo o que gostariam que fosse o padrão: noticiário nem só de crime ou estereótipos, mas de cultura, política, saúde, beleza etc. que os inclua e os represente. O que o jornalismo “geral” pode aprender com eles?

Sobre os Palestrantes

Paulo Talarico - Agência Mural

É editor-chefe de jornalismo da Agência Mural. É formado em jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu, tem pós-graduação em jornalismo esportivo e curso técnico de locução para rádio e TV. Atualmente, estuda História na Universidade de São Paulo.

Donminique Azevedo - Hiatus

Naine Terena - Oráculo

Graduada em Comunicação Social (UFMT), é mestre em Arte Contemporânea (UNB) e doutoranda em educação (PUC-SP). Atua há mais de 10 anos nessas áreas e presta consultorias por meio da Oráculo Comunica.


Busca avançada no Twitter – Tweetdeck como sua fonte
Oficina Twitter

Sobre o Palestrante

Leandro Mota - Twitter

Líder de curadoria do Twitter Brasil.


My Pen is My Gun: série de documentários revela desafios de seis repórteres investigativos
Exibição de partes do documentário

Sobre os Palestrantes

Mauri König - Uninter

Formado em Letras e Jornalismo, com pós-graduação em Jornalismo Literário. Jornalista desde 1991, trabalhou nos jornais Folha de Londrina, O Estado do Paraná, Gazeta Mercantil, O Estado de S. Paulo, Gazeta do Povo e Folha de S. Paulo. Acumula 38 prêmios, dentre os quais dois Esso, dois Embratel, dois Vladimir Herzog. Conquistou ainda importantes prêmios mundiais, como Lorenzo Natali, International Press Freedom Award (CPJ) e Global Shining Light (GIJN). Em 2013, König foi agraciado com o Maria Moors Cabot Prize. Foi diretor da Abraji. Atualmente, é professor na Uninter.

Gonzalo Lamela - Ecocinema

Produtor de conteúdos audiovisuais no Uruguai e no Brasil há mais de uma década. Especializado na produção de documentários longa metragem voltados a provocar impacto social. É criador e diretor da Ecocinema, primeira plataforma internacional de cinema itinerante que utiliza luz solar para funcionar. Produziu os documentários "12 horas 2 minutos", "Jugadores con patente" e "Gonchi".

Pablo Banchero - Ecocinema

Diretor de fotografia e montagem de uma dezena de documentários, como "12 horas 2 minutos", "Rehenes", "Gonchi", "DF10", "Cordera - La Fábula del Escorpión", "Jugadores con Patente", "El último carnaval", "Márama-Rombai El viaje" y "La Matinée". Para 2019, prepara a série documental "My pen is my gun" ("Minha arma é minha caneta"), que retrata jornalistas investigativos dedicados a revelar casos de corrupção.

Sexta, 28 de junho - 9h as 12h30


Como usar Python para descobrir uma rede de interesses
Como usar ferramentas digitais de automatização para cruzar informações de CPF e CNPJ com dados de doadores de campanha e informações de proposições legislativas no Congresso Nacional, para identificar se políticos autores de leis foram financiados por pessoas/empresas com interesse na área à qual o projeto de lei se refere.

Sobre o Palestrante

Reinaldo Chaves - Abraji

Jornalista e reponsável pelos projetos Publique-se e Ctrl+X da Abraji. Trabalhou com economia e politica no Diário de S.Paulo e na Folha de S.Paulo. Fez projetos orientados a dados na Repórter Brasil, The Intercept Brasil, Volt Data Lab e Transparência Internacional.

Sexta, 28 de junho - 11h as 12h30


O banco de boatos do Projeto Comprova: o que 240 mil mensagens de Whatsapp revelam sobre a desinformação na campanha eleitoral
O banco de boatos do Projeto Comprova: o que 240 mil mensagens de Whatsapp revelam sobre a desinformação na campanha eleitoral

Sobre o Palestrante

Pedro Burgos - Impacto.jor

É professor do Insper, bolsista do ICFJ e desenvolvedor do projeto Impacto.jor, que ajuda as redações no Brasil a acompanhar e medir seu impacto na sociedade. Trabalhou na Gazeta do Povo, no Marshall Project — focado na cobertura do sistema criminal dos Estados Unidos — e no Gizmodo Brasil. Contribuiu com veículos como Nexo, Folha de S. Paulo e as revistas Exame, Superinteressante e Galileu. É mestre em jornalismo pela City University of New York.


O país das 2 mil fossas: uma investigação sobre enterros clandestinos no México
Os bastidores da investigação em que duas jornalistas mexicanas mapearam locais clandestinos de desova de corpos no México. O trabalho durou um ano e meio e envolveu investigação clássica e jornalismo de dados e conseguiu identificar quase 2 mil fossas ilegais - muitas das quias o governo mexicano ainda não havia descoberto.

Sobre o Palestrante

Mago Torres - Freelancer

É jornalista investigativa independente. Foi bolsista de JSK em 2018, colaboradora dos Panama Papers e uma das fundadoras da Periodistas de a Pie, uma organização do México focada em melhorar a qualidade do jornalismo no México.


Como identificar narrativas e redes de desinformação nas mídias sociais
Como identificar narrativas e redes de desinformação nas mídias sociais

Sobre os Palestrantes

Andy Carvin - Digital Forensic Research Lab - Atlantic Council

É membro do Atlantic Council, think tank americano focado em assuntos internacionais. Foi editor-chefe da NowThis; fundador e editor do report.ly, uma iniciativa de notícias focada no uso de mídias sociais para informar sobre direitos humanos e justiça social, além de estrategista sênior de mídia social da National Public Radio (NPR). Ganhou o prêmio Knight Batten de 2012 por inovação em jornalismo e foi eleito o Melhor Jornalista do Twitter no Shorty Awards de 2012 por sua cobertura da Primavera Árabe. A experiência também é tema do livro "Distant Witness". Foi finalista da lista das 100 pessoas mais influentes do mundo, feita pela revista TIME. É bacharel em retórica e mestre em políticas de telecomunicações pela Northwestern University.

Luiza Bandeira - Digital Forensic Research Lab - Atlantic Council

É jornalista, especializada na cobertura de política e políticas públicas. É fundadora da Agência Resposta de notícias. Passou pelas redações de grandes veículos como BBC e Folha de S.Paulo. É mestra em Políticas Sociais e Desenvolvimento pela LSE (London School of Economics and Political Science) e pesquisadora assistente do Atlantic Council, think tank americano focado em assuntos internacionais.


Ciência de Dados no terminal: a linha de comando pode ser sua grande aliada
Apesar de muito poderoso, o terminal nem sempre é conhecido profundamente por programadores e por isso é subutilizado. Nesse contexto, existem diversos programas que podem auxiliar e agilizar o dia-a-dia de uma cientista de dados: alguns antigos, que mimetizam os criados pelo UNIX no fim da década de 60 até mais modernos, que interagem com novos formatos de dados e protocolos. Nessa palestra será apresentada uma introdução ao terminal (para os que não conhecem) e também diversas ferramentas (todas livres) que são úteis para baixar, converter, limpar e analisar dados, incluindo uma criada pelo próprio palestrante, chamada rows.

Sobre o Palestrante

Álvaro Justen - Brasil.IO

É ativista e colaborador de diversos projetos de software livre desde 2004. Ministra cursos de programação e eletrônica e desenvolve software principalmente usando a linguagem Python. É fundador da Brasil.IO, plataforma criada para facilitar o acesso à informação e professor da Escola de Dados.


Como investigar o agronegócio
Quais são as principais fontes de informação pública, fontes humanas e os conhecimentos básicos que se precisa ter do agronegócio para fazer uma cobertura robusta e aprofundada?

Sobre o Palestrante

Alceu Castilho - De Olho nos Ruralistas

É editor e coordenador do De Olho nos Ruralistas, um observatório jornalístico sobre o agronegócio no Brasil. É formado em jornalismo e pós-graduando em Geografia Humana na pela USP. É autor do livro “Partido da Terra – como os políticos conquistam o território brasileiro”.


Oficina Google (a definir)
Oficina Google (a definir)

Sobre o Palestrante

A confirmar - A confirmar


Segurança pública e direitos humanos: entrevista com o ministro Sérgio Moro
Segurança pública e direitos humanos: entrevista com Sergio Moro

Sobre o Palestrante

Sergio Moro - Ministério da Justiça

Sexta, 28 de junho - 14h as 15h30


Por que as redações brasileiras precisam investir em diversidade
Por que as redações brasileiras precisam investir em diversidade

Sobre os Palestrantes

Basilia Rodrigues - CBN

Jornalista na rádio CBN e editora da Revista Evoke. Em 2018, recebeu o Troféu Mulher Imprensa na categoria repórter de rádio.

Paula Cesarino Costa - Folha de S.Paulo

Paula Miraglia - Nexo


Isso a polícia não mostra: a cobertura do caso Marielle
Como foram feitas investigações e o acesso a inquéritos sobre o assassinato da vereadora, quais foram os dilemas éticos envolvidos e como se escolheu o que divulgar e o que manter em sigilo

Sobre os Palestrantes

Allan de Abreu - piauí

Repórter da piauí, é autor dos livros O Delator e Cocaína: a Rota Caipira, ambos publicados pela editora Record

Chico Otávio - O Globo

É repórter de O Globo e professor da PUC-Rio. Foi vice-presidente da Abraji. É co-autor dos livros "Você Foi Enganado" e "Os porões da contravenção". Venceu o Prêmio Esso cinco vezes: em 2002, na categoria Principal, de Informação Científica e Tecnológica, de Informação Econômica e duas vezes na categoria de Reportagem.

Sérgio Ramalho - The Intercept Brasil

É jornalista há 25 anos, passou pelo O Globo e O Dia e venceu os prêmios Esso e Vladimir Herzog.

Vera Araújo - O Globo


Desafios do Jornalismo investigativo na América Latina (em espanhol)
Desafios do Jornalismo investigativo na América Latina

Sobre os Palestrantes

Fabián Werner - Sudestada

É jornalista, correspondente internacional, coordenador da rede IFEX-ALC e diretor do Sudestada, veículo de jornalismo investigativo do Uruguai. Colaborou com veículos como o New York Times, o Los Angeles Times, o Der Spiegel e a Agence France Presse. Desde 2018, integra o júri do Prêmio Fopea de Jornalismo Investigativo do Fórum de Jornalismo Argentino.

Diana Cariboni - openDemocracy/Revista Noticias Uruguay

Jornalista e escritora argentina que vive no Uruguai. Co-editora-chefe da InterPress Service (2009-2014) y editora regional da IPS Latin America (2003-2014). Autora de "Guantánamo Entre Nosotros". Colabora para veículos como openDemocracy, The Guardian e La Nación e outros.

Iván Ruiz - La Nación

É jornalista investigativo no jornal argentino La Nacion.

Octavio Enriquez - La Prensa

É jornalista e editor do La Prensa, da Nicarágua. Publicou investigações sobre corrupção e abuso pelo antigo presidente da Nicarágua Daniel Ortega e recebeu diversos reconhecimentos pelo trabalho: venceu o Prêmio Pedro Joaquín Chamorro Cardenal, o Prêmio Ortega y Gasset de Jornalismo, o Prêmio de Jornalismo Rei de Espanha e o prêmio da Associação Interamericana de Imprensa.


Como cobrir trabalho escravo e outras violações de direitos trabalhistas
Como cobrir trabalho escravo e outras violações de direitos trabalhistas

Sobre o Palestrante

Piero Locatelli - Freelancer

É jornalista e escreve sobre política e diretos humanos há dez anos. Trabalhou em veículos como Repórter Brasil, UOL. CartaCapital e The Intercept Brasil. É membro da rede Finance Uncovered e autor do livro digital #VemPraRua, da Companhia das Letras.


Cobertura de massacres: limites e cautelas
Uma discussão sobre a forma de abordar vítimas, seus parentes e os parentes de agressores envolvidos em ataques a escolas e outros locais públicos, além do uso ou não das imagens dos ataques e seu possível efeito propaganda para novos atiradores.

Sobre os Palestrantes

Maria Carolina Trevisan - Colunista/UOL

Jornalista especializada na cobertura de direitos humanos, políticas públicas sociais e democracia. É colunista do UOL. Foi repórter especial da Revista Brasileiros, colaborou para IstoÉ, Época, Folha de S. Paulo, Estadão, Trip e Marie Claire .Coordena a área de comunicação do projeto Memória Massacre Carandiru e é pesquisadora da Associação Nacional de Direitos Humanos, Pesquisa e Pós Graduação. É coordenadora de projetos da Andi - Comunicação e Direitos. Em 2015, recebeu o diploma de Jornalista Amiga da Criança por sua trajetória com os direitos da infância.

Fernanda Mena - Folha de S.Paulo


Os desafios do Jornalismo Econômico em um cenário de crise fiscal e reformas complexas
A cobertura econômica e o jornalismo investigativo econômico em particular têm grandes desafios pela frente em 2019: grave crise fiscal da União e dos Estados, com elevada dívida pública, déficit primário, alto desemprego e com reformas constitucionais complexas em discussão no Congresso Nacional e nas ruas. Este painel reúne jornalistas da área para discutir esses desafios, apontar deficiências da cobertura e formular propostas de atenção para o futuro.

Sobre os Palestrantes

Sergio Lamucci - Valor

Repórter do Valor Econômico desde 2003. Começou na editoria de Finanças e desde setembro de 2004 está na editoria de Brasil, cobrindo macroeconomia. Trabalhou em “O Estado de S. Paulo” de 1994 a 2003. Em 2002, ganhou o Prêmio Citibank de Excelência em Jornalismo. É formado em jornalismo pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP).

Monica Waldvogel - GloboNews

É jornalista e apresentadora na GloboNews. Foi editora-chefe e âncora do Jornal da Globo e ocupou a bancada do Jornal Nacional, do Jornal Hoje, do Bom Dia Brasil e do Bom Dia São Paulo. Em 2012, foi vencedora do Troféu Mulher Imprensa por sua contribuição ao jornalismo.

Thais Heredia - Rádio Bandeirantes

É jornalista e especializada em cobertura econômica. Integra a equipe do Jornal Gente da Rádio Bandeirantes e do canal de notícias no YouTube MyNews. Foi comentarista da GloboNews e colaborou no portal de notícias G1.


Série Realidades: O jornalismo nas periferias
Comunicadores que atuam em periferias de grandes cidades narram suas realidades e os problemas que enfrentam para transmitir informações locais ao público, mostrando o que há de comum e o que há de diferente no trabalho jornalístico no país

Sobre os Palestrantes

Gabi Coelho - Voz das Comunidades

Repórter e também coordenadora da equipe de colunistas do jornal comunitário Voz das Comunidades, no Rio de Janeiro. Colunista da revista Carta Capital. Colaboradora da Ponte Jornalismo; portal de Direitos Humanos, Segurança Pública e Justiça Social. Articuladora e comunicadora social do Observatório do Funk. Cursa Jornalismo na PUC Minas.

Pedro Borges - Alma Preta

É formado em jornalismo pela Unesp, jornalista da Iniciativa Negra por uma Nova Política sobre Drogas (INNPD) e co-fundador do portal Alma Preta, portal que aborda temas relacionados ao mundo negro.


A confusão sobre o que é "fake news" e o risco de censura: liberdade de expressão em xeque
``Fake news`` e censura - a confusão sobre uma elevar o risco da outra

Sobre os Palestrantes

Tai Nalon - Aos Fatos

É diretora executiva e cofundadora do Aos Fatos. Jornalista pela Uerj, trabalhou na Folha de S.Paulo em Brasília, no Rio e em São Paulo por quase seis anos, onde também cobriu diariamente o cotidiano da ex-presidente Dilma Rousseff. Foi indicada em 2009 ao Prêmio Nuevo Periodismo. Passou também pelas redações de Veja e G1.

Rodrigo Rangel - Crusoé

É diretor da Revista Crusoé, publicação digital com edições semanais idealizada pelo portal O Antagonista. É formado em jornalismo pela Universidade Federal do Espírito Santo. Passou pelas redações dos jornais Correio Braziliense, O Globo e Estadão. Foi editor-executivo da Veja. Venceu o Prêmio Esso três vezes e a principal categoria do Prêmio Imprensa Embratel em 2010.

Natália Leal - Agência Lupa

É diretora de Conteúdo da Agência Lupa, a primeira agência de checagem de fatos do Brasil. É formada em jornalismo, especialista em Recursos Humanos e tem mais de 10 anos de experiência em gestão de conteúdo e de pessoas em redações no Brasil. Foi repórter, editora, chefe de reportagem e coordenadora de produção em jornais e sites do país, como Band, Terra, Zero Hora, Diário Catarinense e Poder360. Ao longo dos últimos anos, focou seu trabalho, principalmente, na cobertura diária de política e economia, com atuação multiplataforma e no desenvolvimento de novos produtos digitais.

Taís Gasparian - RBMDF Advogados


Oficina Google (a definir)
Oficina Google (a definir)

Sobre o Palestrante

A confirmar - A confirmar


CrowdTangle para jornalistas: Como usar o CrowdTangle para descobrir novos conteúdos
CrowdTangle para jornalistas: Como usar o CrowdTangle para descobrir novos conteúdos

Sobre o Palestrante

Mariana Musa - CrowdTangle

Gerente de desenvolvimento de parcerias de CrowdTangle para notícias na América Latina. Trabalha com os veículos jornalísticos capacitando-os a tomar decisões mais inteligentes usando insights simples de dados públicos das redes sociais. Ela tem mais de 10 anos de experiência em publicação digital e desenvolvimento de conteúdo, com um forte foco em desenvolvimento de audiência e business intelligence.


Como entrevistar seus dados com R (introdução)
Como entrevistar seus dados com R (introdução)

Sobre o Palestrante

Guilherme Duarte - JOTA

É editor de dados no JOTA. Trabalhou no Estadão Dados, grupo de jornalismo de dados do jornal O Estado de São Paulo. É doutor em Direito Constitucional, pela Universidade de São Paulo.


Mostre e conte: a nova geração de jornalistas
Formandos e recém-formados apresentam seus Trabalhos de Conclusão de Curso: livro-reportagem, documentários ou monografias.

Sobre o Palestrante

A confirmar - A confirmar

Sexta, 28 de junho - 14h as 17h30


Como fazer um podcast .
Oficina sobre softwares, equipamentos e técnicas para iniciar um podcast de baixo orçamento

Sobre os Palestrantes

José Orenstein - Nexo

É editor executivo do Nexo Jornal.

Laura Capelhuchnik - Nexo

Produtora de áudio do podcast "Durma Com Essa", do Nexo Jornal.

Sexta, 28 de junho - 16h as 17h30


Jornalismo sob ataque: em que ponto o assédio online vira assunto para a Justiça?
Jornalismo sob ataque: em que ponto o assédio online vira assunto para a Justiça?

Sobre os Palestrantes

Patricia Campos Mello - Folha de S. Paulo

É repórter e colunista da Folha de S.Paulo. Recebeu diversos prêmios por seu trabalho, como o Troféu Mulher Imprensa em 2016; o Prêmio Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) em 2017; o Prêmio Internacional de Jornalismo Rei de Espanha e o V Prêmio Petrobras de Jornalismo em 2018. Foi correspondente internacional do Estadão em Washington e enviada especial em áreas de conflito, como a Síria e a Serra Leoa. Em 2018, foi citada na escolha de Pessoa do Ano da revista Time como jornalista vítima de perseguição, por conta da repercussão da reportagem sobre supostos crimes eleitorais na campanha do então candidato Jair Bolsonaro.

Felipe Santa Cruz - OAB

Constança Rezende - UOL

É colunista do UOL. Passou pelas redações do Jornal do Comércio, do O Dia e, mais recentemente, do Estadão. É formada em jornalismo pela PUC-RJ. Em março de 2019, foi alvo de uma campanha difamatória incitada por Jair Bolsonaro, por conta da cobertura que fez para o Estadão das investigações sobre as movimentações financeiras atípicas de Fabrício Queiroz, ex-motorista do senador Flávio Bolsonaro.


Como usar R para investigar a web no Brasil
Oficina de análise de microdados da pesquisa TIC Domicílios, que contém informações atualizadas e séries históricas sobre acesso e uso da internet no Brasil.

Sobre os Palestrantes

Fabio Senne - Cetic.br

Coordenador de Pesquisas do Cetic.br

Marcelo Pitta - Cetic.br

Coordenador e Métodos Quantitativos do Cetic.br

Winston Oyadomari - Cetic.br

Coordenador da pesquisa TIC Domicílios do Cetic.br


Meu livro-reportagem foi para a tela
Jornalistas cujos livros-reportagem foram adaptados para TV e/ou cinema. Como é a experiência? Como transpor a reportagem para ficção ou dramatização?

Sobre os Palestrantes

Vladimir Netto - TV Globo

É repórter do Jornal Nacional da TV Globo. Antes, passou por Jornal do Brasil, Veja e O Globo. Foi o jornalista que revelou as contas secretas do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, o que o levou a perder o cargo e o mandato. Em 2016 lançou seu primeiro livro, "Lava Jato: o juiz Sérgio Moro e os bastidores da operação que abalou o Brasil".

Daniela Arbex - Tribuna de Minas

Jornalista e autora de "Holocausto brasileiro", — eleito Melhor Livro-Reportagem do Ano pela Associação Paulista de Críticos de Arte (2013) e segundo melhor Livro-Reportagem no prêmio Jabuti (2014) — "Cova 312", vencedor do Prêmio Jabuti em 2016 na categoria livro-reportagem e "Todo Dia a Mesma Noite: A história não contada da boate Kiss", publicado em 2018. Ganhou mais de 20 prêmios, entre eles três prêmios Esso, o americano Knight International Journalism Award (2010) e do prêmio IPYS de Melhor Investigação Jornalística da América Latina (2009). Há 20 anos trabalha no Jornal Tribuna de Minas.


Oficina de jornalismo com mapas
Como transformar dados em mapas para contar boas histórias.

Sobre o Palestrante

Stefano Wrobleski - Infoamazonia

Jornalista de dados e editor no InfoAmazonia e consultor de geojornalismo na Earth Journalism Network da Internews.


Como usar a API do CepespData para navegar dados eleitorais
Baixar, sistematizar e visualizar dados eleitorais em um só lugar: o Cepespdata/FGV, desenvolvido com apoio da FAPESP e do TSE, disponibiliza online dados eleitorais por meio de uma interface gráfica, no site, e por meio de API R e Rest. Nesta oficina, serão apresentadas as formas de utilização dos dados via API. A seguir, a nossa programação: - R: como baixar, instalar e usar o software (básico), com referências para aprofundamento posterior; - Pacote cepespR: instalação e uso das funções; - API rest: instalação dos pacotes necessários e como baixar os dados do Cepespdata/FGV; - Prática com exercícios.

Sobre os Palestrantes

Eliana Lins Morandi - Cepespdata/FGV

Assistente de pesquisa no Cepespdata/FGV e mestranda em Administração Pública e Governo na EAESP-FGV. Possui experiência em pesquisa quantitativa, georreferenciamento de dados, tratamento, documentação, análise e visualização de dados em R.

Gabriela Campos - Cepespdata/FGV

Assistente de pesquisa no Cepespdata/FGV e mestranda em Administração Pública e Governo na EAESP-FGV. Possui experiência em pesquisa quantitativa e programação, com foco nas linguagens R e SQL.

Rebeca Carvalho - Cepespdata/FGV

Assistente de pesquisa no Cepespdata/FGV e graduanda em Ciências Sociais na FFLCH - USP. Possui experiência em tratamento, análise e visualização de dados na linguagem R.

Marina Merlo - Cepespdata/FGV

Assistente de pesquisa no Cepespdata/FGV e doutoranda em Ciência Política na FFLCH - USP. Atuou como analista de dados na Folha de S. Paulo durante as eleições de 2018. Possui experiência na área de estudos eleitorais, organização partidária e métodos de análise de dados quantitativos em linguagem R.

Lara Mesquita - Cepespdata/FGV

Possui graduação em Ciências Sociais – FFLCH – USP (2005), mestrado em Ciência Política – FFLCH – USP (2009) e Doutorado em Ciência Política no IESP/UERJ (2016). Atualmente é Posdoc no Centro de Política e Economia do Setor Público (FGV-CEPESP). Tem experiência na área de Ciência Política, com ênfase em política brasileira, partidos e eleições. Bolsista Fapesp vinculada ao projeto temático “As Instituições Políticas Subnacionais: um Estudo Comparativo dos Estados” (13/15658-1).


Jornalismo de dados em grandes investigações sobre corrupção
Jornalismo de dados em grandes investigações sobre corrupção

Sobre os Palestrantes

Fabiano Angélico - Transparência Internacional

É consultor sênior do Centro de Conhecimento Anticorrupção. É formado em comunicação social pela Universidade Federal de Minas Gerais e mestre em administração pública pela Fundação Getulio Vargas, com pós-graduação em transparência e anticorrupção sob perspectiva dos direitos humanos no Centro de Direitos Humanos da Universidade do Chile.

Nathan Jaccard - OCCRP

É jornalista e editor do The Organized Crime & Corruption Reporting Project (OCCRP) para a América Latina.


O rádio ainda pulsa
Como o rádio, enquanto meio jornalístico, trabalha para manter a relevância em estações tradicionais, nos novos formatos e como fonte de informação local/hiperlocal. Qual é o investimento em reportagem?

Sobre os Palestrantes

Paula Scarpin - Rádio Novelo

É diretora de Criação da Rádio Novelo. Foi repórter da revista piauí e diretora da rádio piauí. É formada em jornalismo pela Escola de Comunicações e Artes da USP e metre em literatura, artes e contemporaniedade pela PUC-Rio e pela Université Paris Diderot.

Andressa Xavier - Rádio Gaúcha

É jornalista e editora-chefe da Rádio Gaúcha.

Ricardo Gandour - SGR-SP

É diretor executivo do Sistema Globo de Rádio (SGR). É formado em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero. Foi pesquisador visitante na Escola de Jornalismo da Universidade de Columbia e no Tow Center for Digital Journalism da Escola de Jornalismo de Columbia. É professor do mestrado da ESPM. Passou pelas redações dos jornais Folha de S. Paulo, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e pela editora Globo.


Lições da crise americana: jornais minguam ou desaparecem, mas novos modelos tentam salvar o jornalismo
Os Estados Unidos estão assistindo ao gradual desaparecimento dos seus jornais locais e regionais. A única exceção são os três grandes jornais nacionais, que conseguem volume de audiência, publicidade e assinaturas para prosperar. Quase 2.000 jornais locais ou regionais fecharam nos últimos 15 anos. Muitos outros caíram nas mãos de fundos de investimento especulativo que sacrificam o jornalismo em prol de lucros imediatos. Procuram-se novos modelos para salvar o jornalismo local e centenas de milhões de dólares de investimentos filantrópicos já estão comprometidos com esse esforço. O setor que mais cresce no país é o do jornalismo sem fins de lucro ou híbrido, baseado na filantropia, mas também em estratégias comerciais, capazes de financiar o jornalismo investigativo e de interesse público.

Sobre o Palestrante

Rosental Calmon Alves - Centro Knight para o Jornalismo nas Américas

Jornalista brasileiro que há 23 anos emigrou para os Estados Unidos para ser professor titular de jornalismo na Universidade do Texas em Austin, onde ocupa a Cátedra Knight em Jornalismo e dirige o Centro Knight para o Jornalismo nas Américas. Pioneiro da internet no Brasil, Rosental criou o primeiro curso sobre jornalismo online na Universidade do Texas em 1997. Desde então, tem ensinado disciplinas relacionadas com a adaptação do jornalismo ao ecossistema mediático criado pela revolução digital. Nos últimos 20 anos, Rosental tem assessorado meios de comunicação e universidades em vários países sobre a transformação digital. É membro de conselhos de várias organizações como o International Consortium of Investigative Journalists (ICIJ), a Nieman Foudation for Journalism at Harvard University, o Maria Moors Cabot Award at Columbia University. É também membro fundador do conselho de diretores da Texas Tribune, um dos mais exitosos projetos de jornalismo sem fins de lucro nos Estados Unidos; e acaba de integrar o conselho de diretores do American Journalism Project, uma nova organização que vai investir 50 milhões de dólares para ajudar startups dedicadas ao jornalismo local de interesse público nos Estados Unidos.


Jornalismo local (e social). As iniciativas do Facebook para apoiar veículos regionais a distribuir notícias e engajar comunidades
Jornalismo local (e social). As iniciativas do Facebook para apoiar veículos regionais a distribuir notícias e engajar comunidades

Sobre o Palestrante

Sabrina Passos Cimenti - Facebook

É jornalista, com experiência em reportagem, edição, gerenciamento de projetos, vídeo e mídias sociais. Master em Mídias Digitais e Visuais pela iE Business School, em Madri, na Espanha, Sabrina trabalhou por quase 10 anos no Grupo RBS, em projetos digitais e gerenciando as iniciativas digitais, tanto em Santa Catarina quanto no Rio Grande do Sul. Atualmente, é Gerente de Parcerias Estratégicas no Facebook, atuando diretamente com veículos nativos digitais e redações locais de todo o Brasil.


Lava Jato: apuração para além das fontes oficiais
Responsáveis pela cobertura da Lava Jato na TV Globo no Rio de Janeiro debatem estratégias para fugir da dependência das fontes oficiais. Apresentação de bastidores de reportagens que revelaram o paradeiro de foragidos da operação, como Juca Bala (doleiro localizado no Uruguai que, após reportagens, foi preso, virou delator e ajudou a prender novos criminosos) e Carlos Lavouras (encontrado em Portugal lavando dinheiro da máfia dos ônibus).

Sobre os Palestrantes

Paulo Renato Soares - Jornalista

Repórter Especial do Jornal Nacional há 20 anos. Trabalhou em São Paulo, Salvador e Porto Alegre. Está no Rio de Janeiro desde 2005. Foi o enviado especial para cobrir a crise econômica argentina entre 2001 e 2003. Acompanhou a chegada das tropas brasileiras no Haiti. Participou da cobertura da instalação da UPP no Complexo do Alemão. É o repórter responsável por cobrir a Lava Jato no Rio de Janeiro desde 2016.

Arthur Guimarães - TV Globo

Foi repórter de texto em jornais, revistas e sites dos grupos Abril, Estado e Folha, em São Paulo. Desde 2012, é jornalista da TV GLOBO, no Rio de Janeiro. É o produtor responsável pela cobertura da Lava Jato no Rio de Janeiro e faz parte do núcleo de jornalismo investigativo da emissora, produzindo reportagens para telejornais como Jornal Nacional, RJTV e Fantástico.

Sábado, 29 de junho - 9h as 10h30


Implant files: Investigação colaborativa transnacional com dados públicos
Depois de chegarem a patamares inéditos da colaboração transnacional com os vazamentos que originaram o Panamá e o Paradise Papers, o ICIJ investigou em 2018 as fraudes mundias em torno dos devices médicos. Misturando técnicas da investigação jornalística tradicional, como entrevistas e dados públicos pedidos via leis de acesso à informação, com vazamentos de documentos e construção de bancos de dados, o Implant files revelou não só a corrupção, mas os crimes contra a vida que muitas das empresas desses equipamentos cometem em todo o mundo, ao submeter pessoas a essas

Sobre os Palestrantes

Emilia Diaz-Struck - ICIJ

Emilia Diaz-Struck é pesquisadora e coordenadora para Amérida Latina do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ, sigla em inglês), onde participou de investigações transnacionais como o Offshore Leaks, Luxembourg Leaks e Swiss Leaks. Diaz-Struck também é professora da Universidade Central da Venezuela e colaborou com veículos como o The Washington Post e os jornais venezuelanos El Universal e El Mundo.

Allan de Abreu - piauí

Repórter da piauí, é autor dos livros O Delator e Cocaína: a Rota Caipira, ambos publicados pela editora Record

Anna Beatriz Anjos - Agência Pública

Jornalista investigativa dedicada à cobertura de violações de direitos humanos. Desde janeiro de 2016 trabalha como repórter na Pública. Cobriu as eleições de 2016 e 2018 como repórter do Truco, projeto de fact-checking da Pública encerrado em dezembro de 2018. Autora de reportagens vencedoras do Prêmio Roche de Jornalismo em Saúde (2015) e do 35º Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo (2018). Formada em Jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero (2013) e pós-graduanda em Estudos Brasileiros pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP).


Como cobrir as Forças Armadas
Presidente, vice-presidente, sete ministros, dezenas de secretários: os militares estão de volta ao poder. A imprensa não estava mais acostumada a fazer fontes nas Forças Armadas. E agora, o que fazer?

Sobre os Palestrantes

Igor Gielow - Folha de S.Paulo

É jornalista e repórter especial da Folha, está no jornal desde 1992. Foi correspondente em Londres e chefe da Sucursal de Brasília.

Marcelo Godoy - Estadão


Investigando gente grande: Trump, FBI, Rússia e Fifa
O repórter do BuzzFeed EUA conta os detalhes de duas grandes reportagens: a que revelou a existência de um dossiê sobre suposta cooperação da Rússia com a campanha de Donald Trump em 2016; e a investigação do Fifagate - escândalo de corrupção envolvendo a Federação Internacional de Futebol que levou à prisão de José Maria Marin, presidente da CBF.

Sobre o Palestrante

Ken Bensinger - BuzzFeed News

Repórter do time de investigações do BuzzFeed News nos EUA desde 2014. Em 2019, lançou o livro-reportagem "Cartão Vermelho", em que revela detalhes do esquema de corrupção conhecido como FIFAGate, que levou José Maria Marin, ex-presidente da CBF, à prisão nos EUA. Dois anos antes, em 2017, revelou a existência e o conteúdo de um dossiê segundo o qual o governo russo "cultivou, apoiou e ajudou" Donald Trump durante ao menos 5 anos. Bensinger foi finalista do Prêmio Pulitzer em 2010 na categoria Reportagem Nacional.


Cobertura da intolerância - como a ProPublica mapeia crimes de ódio nos Estados Unidos
A coordenadora e criadora do projeto Documenting Hate, da ProPublica, conta os detalhes sobre a iniciativa que usa crowdsourcing e colaboração entre diferentes meios para compilar dados e contar histórias de crimes de ódio nos Estados Unidos.

Sobre o Palestrante

Rachel Glickhouse - ProPublica

Gerencia o projeto Documenting Hate (Documentando o Ódio), da ProPublica. A iniciativa usa jornalismo e a participação da audiência para construir uma base de dados com casos de crimes de ódio nos Estados Unidos e produzir reportagens a partir de tais dados. Dá aulas de jornalismo e engajamento na New School (Nova Iorque). Tem mestrado na CUNY (City University of New York). Anteriormente, atuou na Univision e Medium, além de ter colaborado para Al Jazeera, Quartz e GlobalPost.


Programa Tim Lopes: o que aprendemos em duas investigações de assassinatos de radialistas
Balanço da atuação do Programa Tim Lopes nas investigações dos assassinatos de Jairo Souza (PA) e o radialista de Edealina

Sobre o Palestrante

Angelina Nunes - ESPM/Abraji

É mestre em Comunicação pela Uerj (RJ), recebeu prêmios internacionais de jornalismo, como Rey de España, IPYS e SIP, e nacionais, como Esso, Embratel, Vladimir Herzog e CNH. É membro do International Consortium of Investigative Journalists (ICIJ) e coordenadora do Programa Tim Lopes. Presidiu a Abraji em 2008 e 2009.


Proteja você mesmo e suas fontes: como navegar pela web com segurança
Oficina de instalação e explicação sobre o Tor, navegador que oferece proteção de dados pessoais e de rastros de navegação na web. REQUISITO: os participantes precisam levar seus computadores.

Sobre o Palestrante

Gustavo Gus - Tor Project

Membro do Tor Project, é o contato da comunidade no hemisfério Sul e ministra treinamentos a respeito da ferramenta. É organizador da CryptoRave, evento sobre segurança, criptografia, hacking, anonimato, privacidade e liberdade na rede.


Pergunte qualquer coisa: tudo o que você sempre quis saber sobre jornalismo de dados
Converse com jornalistas especializados e atuantes em jornalismo de dados sobre tudo: carreira, iniciativas, cursos e até pautas na área.

Sobre os Palestrantes

Cecília do Lago - Estadão

Jornalista, é repórter no Estadão Dados - núcleo especializado em jornalismo de dados do Estadão desde 2017. Anteriormente, foi social media da secretaria municipal de Saúde de São Paulo e assistente de produção e pesquisadora para documentários. Em 2018, foi finalista do Cityvis Award na categoria Jornalismo.

Natalia Mazotte - Open Knowledge Brasil

Diretora executiva da Open Knowledge Brasil, organização dedicada a desenvolver ferramentas, projetos e jornalismo de dados para fomentar a circulação de conhecimento e a transparência pública. Co-fundou a Gênero e Número, iniciativa de jornalismo de dados focada em gênero, e a agência de jornalismo de dados J++. Em 2013, desenvolveu o capítulo brasileiro da Escola de Dados. Formada em Direito na UFF, tem mestrado em comunicação na UFRJ e pós-graduação em Estratégia Digital na Universidade Pompeu Fabra. Trabalhou nas Organizações Globo, no Ministério Público, no Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (Ibase) e foi pesquisadora do MediaLab UFRJ.

Lola Ferreira - Gênero e Número

Repórter na Gênero e Número e colaboradora do UOL e do HuffPost Brasil.

Sérgio Spagnuolo - Volt Data Lab/Abraji

Jornalista, fundador e editor da agência de jornalismo de dados Volt Data Lab, além de mestre em Relações Internacionais e Direitos Humanos pela PUC-SP e colaborador do portal de checagem Aos Fatos. É membro do conselho da Abraji desde 2018. Em 2016, foi fellow do Tow-Knight Center for Entrepreneurial Journalism, um programa de empreendedorismo para jornalistas, em Nova York.


Podcast, um novo caminho para o jornalismo político
Por que o podcast conquistou espaço como meio de informação e opinião no jornalismo político, e quais são as melhores práticas para produzir esse tipo de conteúdo nesse formato

Sobre os Palestrantes

Rodrigo Vizeu - Folha de S. Paulo

Editor do podcast de notícias da Folha de S. Paulo, o "Café da Manhã". Foi responsável pela produção de outros podcasts do veículo, como o "Presidente da Semana" e "Eleição na Chapa". Passou pela redação de O Globo, trabalho na TV Câmara e foi correspondente internacional na França.

Filipe Figueiredo - Xadrez Verbal

Graduado em História pela USP, criou e produz o podcast Xadrez Verbal. Publica colunas de política internacional na Gazeta do Povo e produz os roteiros e a locução dos vídeos de História no canal Nerdologia. Já colaborou com o site de política internacional Opera Mundi e o braço brasileiro do jornal Huffington Post.


Lei de Acesso à Informação - melhore seus pedidos e receba mais respostas
Lei de Acesso à Informação - melhore seus pedidos e receba mais respostas

Sobre os Palestrantes

Leo Arcoverde - GloboNews/Fiquem Sabendo

Produtor de reportagem na GloboNews e editor-chefe do site de jornalismo de dados Fiquem Sabendo, agência de dados públicos especializada na Lei de Acesso à Informação.

Luiz Fernando Toledo - TV Globo/Fiquem Sabendo

Repórter de dados da TV Globo e um dor organizadores do Fiquem Sabendo, agência de dados públicos especializada na Lei de Acesso à Informação. Foi pesquisador do International Center for Journalists (ICFJ, sigla em inglês) e repórter visitante da ProPublica em 2018.

Maria Vitoria Ramos - Fiquem Sabendo

Diretora financeira do Fiquem Sabendo, agência de dados públicos especializada na Lei de Acesso à Informação.

Fabiana Cambricoli - Estadão/Fiquem Sabendo

Jornalista formada pela ECA-USP e mestra em Saúde Pública também pela USP. É repórter do Estadão, especializada em cobertura de saúde pública e políticas públicas. Integra o conselho consultivo do Fiquem Sabendo. Em 2017, foi fellow do International Center for Journalists (ICFJ).


Oficina Google (a definir)
Oficina Google (a definir)

Sobre o Palestrante

A confirmar - A confirmar


Oficina de fact-checking da Agência Lupa
Oficina de fact-checking da Agência Lupa

Sobre o Palestrante

Natália Leal - Agência Lupa

É diretora de Conteúdo da Agência Lupa, a primeira agência de checagem de fatos do Brasil. É formada em jornalismo, especialista em Recursos Humanos e tem mais de 10 anos de experiência em gestão de conteúdo e de pessoas em redações no Brasil. Foi repórter, editora, chefe de reportagem e coordenadora de produção em jornais e sites do país, como Band, Terra, Zero Hora, Diário Catarinense e Poder360. Ao longo dos últimos anos, focou seu trabalho, principalmente, na cobertura diária de política e economia, com atuação multiplataforma e no desenvolvimento de novos produtos digitais.

Sábado, 29 de junho - 11h as 12h30


Caso Escola Base: reflexões após 25 anos
Três livro-reportagens depois, o que ainda podemos aprender a partir do caso Escola Base?

Sobre os Palestrantes

Emilio Coutinho - Casa dos Focas

Criador do Portal Casa dos Focas, página voltada para estudantes de jornalismo. Concluindo a graduação em jornalismo pela FIAM FAAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado) em dezembro de 2015 com a apresentação do livro-reportagem "Escola Base 20 anos depois. Onde e como estão os protagonistas do maior crime da imprensa brasileira".

Alex Ribeiro - Valor

É repórter especial do Valor Econômico em Brasília. Começou a carreira em 1992 no jornal "A Gazeta da Zona Norte", em São Paulo, quando ainda era estudante. Seu trabalho de conclusão de curso na Universidade de São Paulo sobre o Caso Escola Base foi publicado pela Editora Ática e venceu o Prêmio Jabuti. É especializado em economia na Universidade de Londres e tem um MBA em Finanças pela Fundação Getúlio Vargas.

Ricardo Shimada - -

Filho do casal de donos da Escola Base e coautor de "O Filho da Injustiça".


Machine learning e jornalismo - a experiência do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ)
Machine learning e jornalismo - a experiência do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ)

Sobre o Palestrante

Emilia Diaz-Struck - ICIJ

Emilia Diaz-Struck é pesquisadora e coordenadora para Amérida Latina do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ, sigla em inglês), onde participou de investigações transnacionais como o Offshore Leaks, Luxembourg Leaks e Swiss Leaks. Diaz-Struck também é professora da Universidade Central da Venezuela e colaborou com veículos como o The Washington Post e os jornais venezuelanos El Universal e El Mundo.


Investigações sobre tecnologia e algoritmos enviesados: como ir além do "jornalismo de gadgets"
Discussão sobre como jornalistas podem e devem começar a cobrir com mais profundidade o impacto da tecnologia na sociedade, especialmente em se tratando de algoritmos enviesados, mau uso de dados pessoais, privacidade e etc.

Sobre os Palestrantes

Diego Salazar - No Hemos Entendido Nada

Diego Salazar é colaborador do The New York Times em espanhol, Ojo Público, RPP e outros veículos da América Latina, Europa e Estados Unidos. É autor do livro "No hemos entendido nada: Qué ocurre cuando dejamos el futuro de la prensa a merced de un algoritmo" ("Não entendemos nada: o que ocorre quando deixamos o futuro da imprensa à mercê de um algoritmo", em tradução livre) e do blog homônimo. Salazar também escreve sobre gastronomia e integra o júri dos prêmios do The World’s 50 Best Restaurants.

Gabriel Dance - The New York Times

É editor-adjunto de investigações no The New York Times. Foi editor-chefe do projeto Marshall, startup de jornalismo investigativo sem fins lucrativos, focada em crimes e punições nos Estados Unidos, e editor interativo do The Guardian, membro da equipe vencedora do Prêmio Pulitzer pela reportagem das informações reveladas pelo ex-agente Edward Snowden sobre a Agência Nacional de Segurança (NSA).

Tatiana Dias - The Intercept Brasil

Tatiana Dias é jornalista há mais de uma década em São Paulo, principalmente nas áreas de tecnologia e direitos digitais, direitos humanos, ciência e comportamento. Já trabalhou no Estadão, Galileu, HuffPost e Nexo, além de ter dado aula de jornalismo para alunos das periferias de São Paulo.

Sérgio Spagnuolo - Volt Data Lab/Abraji

Jornalista, fundador e editor da agência de jornalismo de dados Volt Data Lab, além de mestre em Relações Internacionais e Direitos Humanos pela PUC-SP e colaborador do portal de checagem Aos Fatos. É membro do conselho da Abraji desde 2018. Em 2016, foi fellow do Tow-Knight Center for Entrepreneurial Journalism, um programa de empreendedorismo para jornalistas, em Nova York.


Entreviste seus dados com SQL (parte 1)
Entreviste seus dados com SQL (parte 1)

Sobre o Palestrante

Rodrigo Burgarelli - -

É analista de dados do Facebook. Foi repórter do Estadão por 7 anos. É formado em jornalismo pela UFMG, foi pesquisador visitante na Universidade de Columbia e é mestre em ciência política pela USP.


A medida de todas as coisas: o impacto das métricas no jornalismo
A medida de todas as coisas: o impacto das métricas no jornalismo

Sobre os Palestrantes

João Gabriel de Lima - Estadão

É editor executivo de mídias digitais no Estadão e professor de jornalismo na FAAP e no Insper. Foi editor-chefe da revista Bravo! e da revista Época.

Pedro Burgos - Impacto.jor

É professor do Insper, bolsista do ICFJ e desenvolvedor do projeto Impacto.jor, que ajuda as redações no Brasil a acompanhar e medir seu impacto na sociedade. Trabalhou na Gazeta do Povo, no Marshall Project — focado na cobertura do sistema criminal dos Estados Unidos — e no Gizmodo Brasil. Contribuiu com veículos como Nexo, Folha de S. Paulo e as revistas Exame, Superinteressante e Galileu. É mestre em jornalismo pela City University of New York.

Marta Gleich - RBS

Trabalha no grupo RBS desde 1983, onde começou como estagiária. Hoje é diretora de jornalismo. É formada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e foi bolsista do International Center for Journalists (ICFJ).


Equilíbrio na era dos extremos: o público quer ponderação ou ativismo?
Equilíbrio na era dos extremos: o público quer ponderação ou ativismo?

Sobre os Palestrantes

Daniela Pinheiro - Época

É editora-chefe da revista Época. Foi editora do site e de novos projetos da piauí. Trabalhou na VEJA e da Folha de São Paulo. Foi bolsista da John S. Knight Journalism Fellowships na Universidade Stanford entre 2015 e 2016. Ganhou quatro vezes o Troféu Mulher Imprensa e duas vezes o Prêmio Comunique-se como melhor repórter de mídia impressa.

João Caminoto - Estadão

É diretor de jornalismo do Grupo Estado. Foi correspondente no Reino Unido para a Agência Estado durante 8 anos. É mestre em jornalismo internacional pela University of Wales e cursou o Advanced Management Programme (AMP) da Insead Business School na França em 2014. Venceu o Prêmio Esso em 1995 na categoria Informação Econômica. Trabalhou em diversos veículos como BBC Brasil, Veja e Época.

Fernando Rodrigues - Poder360

É criador e diretor de Redação do Poder360. Repórter, cobriu todas as eleições presidenciais diretas pós-democratização. Foi presidente da Abraji no biênio 2010-2011 e é membro do Conselho Curador da entidade. Tem 4 Prêmios Esso. Foi fellow na Fundação Nieman, em Harvard. Em 2018, ganhou o Maria Moors Cabot, o prêmio mais antigo oferecido a jornalistas. É mestre em Jornalismo Internacional pela City University, de Londres

Sérgio Dávila - Folha de S.Paulo

Diretor de Redação da Folha desde março de 2019. Anteriormente, ocupou o cargo de editor-executivo do jornal, para o qual já havia atuado como correspondente nos EUA, realizando a cobertura de eventos como os atentados de 11 de Setembro e as eleições de George W. Bush e de Barack Obama. Foi bolsista Knight em Stanford de 2004 a 2005. Também foi editor do caderno Ilustrada e repórter da Revista da Folha.


Censo 2020: teremos um apagão estatístico?
Censo 2020: teremos um apagão estatístico?

Sobre o Palestrante

A confirmar - A confirmar


Era do Video: entendendo sua audiência e sua estratégia de conteúdo no Facebook
Era do Video: entendendo sua audiência e sua estratégia de conteúdo no Facebook

Sobre o Palestrante

Heitor Scaff - Facebook

Heitor Scaff é Gerente de Soluções para Parceiros de mídia da América Latina. Em outras palavras, ajuda a conectar objetivos de negócios com produtos e soluções do Facebook e Instagram. Faz 4 anos que trabalha nessa equipe e fez parte de lançamentos como Facebook Live, Facebook Watch e IGTV.


Twitter, influência e a saúde da conversa
Painel Twitter

Sobre o Palestrante

Fernando Gallo - Twitter

Gerente de políticas públicas do Twitter Brasil.


Painel Google News Initiative
Painel Google News Initiative

Sobre o Palestrante

A confirmar - A confirmar


Financiamento do jornalismo pelo público: caminho viável?
Financiamento do jornalismo pelo público: caminho viável?

Sobre os Palestrantes

Leandro Demori - The Intercept Brasil

É editor executivo do The Intercept Brasil e conselheiro fiscal da Abraji. É formado PUC-RS, especializado em jornalismo investigativo com ênfase em máfia pela Associação de Jornalismo Investigativo do Lazio (Roma, Itália) e certificado como Investigador Web pela City University London (Inglaterra). É autor de "Cosa Nostra no Brasil, a história do mafioso que derrubou um império".

Andrei Netto - Headline

Publisher da plataforma de jornalismo Headline, que será lançada no segundo semestre, começou nos jornais Gazeta Mercantil e Zero Hora e foi correspondente do O Estado de São Paulo em Paris por mais de uma década. É também doutor em Ciências Sociais pela Université Paris-Descartes, Sorbonne e autor do livro O Silêncio Contra Muamar Kadafi (Companhia das Letras, 2012).

Pedro Doria - Meio

Sábado, 29 de junho - 14h as 15h30


Projeto Latentes: o mapa da tensão socioambiental no Brasil
Os detalhes do projeto que organizou bases de dados públicas indicando áreas de exploração mineral com áreas de comunidades indígenas, quilombolas e áreas de proteção ambiental, por meio de trabalho de raspagem, organização e georreferenciamento.

Sobre o Palestrante

Rosiane de Freitas - Livre.jor/Plural

É jornalista, professora universitária e coordenadora de conteúdo do portal de jornalismo Plural. É formada em Jornalismo e Mestre em Educação pela UFPR. Sua especialidade é o jornalismo de dados e jornalismo investigativo. Foi fellow do jornal Washington Post em 2010 e é integrante da IRE (Investigative Reporters and Editors).


Desafios do Jornalismo Independente na América Latina (em espanhol)
Desafios do Jornalismo Independente na América Latina

Sobre os Palestrantes

Fabián Werner - Sudestada

É jornalista, correspondente internacional, coordenador da rede IFEX-ALC e diretor do Sudestada, veículo de jornalismo investigativo do Uruguai. Colaborou com veículos como o New York Times, o Los Angeles Times, o Der Spiegel e a Agence France Presse. Desde 2018, integra o júri do Prêmio Fopea de Jornalismo Investigativo do Fórum de Jornalismo Argentino.

Liseth Boon - Runrunes

Jornalista e coordenadora do veículo venezuelano Runrunes, especializado em jornalismo investigativo.

Hugo Mario Cárdenas - El País

É jornalista do El País especializado em Cultura de Paz e Direito Internacional Humanitário. Em 2015 e 2016, venceu o prêmio Periodismo Simón Bolívar. Em 2017, venceu o Prêmio Gabriel García Marquez de jornalismo na categoria cobertura.

Gladys Olmstead - Nómada

É jornalista da Guatemala e trabalha na revista digital Nómada.


Imprensa e bolsonarismo: o desafio de cobrir um governo que estigmatiza o jornalismo
Imprensa e bolsonarismo: o desafio de cobrir um governo que estigmatiza o jornalismo

Sobre os Palestrantes

Fernando Barros e Silva - Piauí

Diretor de redação da revista Piauí e apresentador do podcast Foro de Teresina.

Nelson de Sá - Folha

Cobre mídia e cultura na Folha. Publica a coluna Toda Mídia e é crítico de teatro. Foi editorialista e editor da Ilustrada, entre outras funções no jornal, onde trabalha desde 1984. Publicou as coletâneas "Divers/idade" (ed. Hucitec), com textos seus, "Diário da Corte" e "A Segunda Mais Antiga Profissão do Mundo" (ed. Três Estrelas), com textos de Paulo Francis. Dirigiu e atuou na peça "4.48 Psicose", de Sarah Kane. Foi assistente de direção de "As Boas", de Jean Genet, e co-tradutor de "Ham-let", de Shakespeare, em montagens dirigidas por José Celso Martinez Corrêa. No momento, prepara a biografia de Zé Celso para a Companhia das Letras.


A ética do off
Profissionais que têm o off como um dos principais instrumentos de trabalho no dia-a-dia discutem o uso da ferramenta: como checar, quando levar ou não em consideração o interesse próprio da fonte ao dar uma declaração nessa condição, que cuidados tomar para não expor sem querer a fonte, quais são as questões legais envolvidas

Sobre o Palestrante

Daniela Lima - Folha de S. Paulo

Editora do Painel da Folha de S. Paulo, onde também atuou como repórter de Poder de 2010 a 2017.


Os indicadores do Projeto Credibilidade: saiba como aplicá-los na sua redação
Curso sobre como aplicar o Protocolo Mínimo Viável dos indicadores de Credibilidade desenvolvidos pelo Projeto Credibilidade (Projor), capítulo brasileiro do Trust Project.

Sobre os Palestrantes

Angela Pimenta - Projor

Jornalista e mestre em Jornalismo pela Columbia University School (2001). Presidente do Projor (Instituto para o Desenvolvimento do Jornalismo) desde julho de 2015, é coordenadora-executiva do Projeto Credibilidade. Foi editora-sênior da revista Exame em Brasília (2007-2011), sócia da consultoria Patri Políticas Públicas (2012-2014) e representante da Online News Association no Brasil (2009-2014).

Francisco Belda - ProJor

Jornalista, professor do Departamento de Comunicação Social e vice-coordenador do Programa de Pós-Graduação em Mídia e Tecnologia (PPGMiT) na Universidade Estadual Paulista (Unesp). Foi repórter, editor, gerente e diretor de empresas jornalísticas no interior de São Paulo. Professor visitante na Brandeis University, em Massachusetts, Estados Unidos, é doutor em Engenharia de Produção e mestre em Ciências da Comunicação, ambos na Universidade de São Paulo (USP).


A cobertura dos negócios no futebol e a corrupção entre entidades privadas no Brasil
Um debate sobre a corrupção entre entidades privadas (FIFA, CBF, patrocinadores, clubes) e como isso afeta a investigação no jornalismo, sobretudo no futebol. Um dos exemplos a ser abordado é o Fifagate, que caminha para a impunidade no Brasil por conflitos de interesse e brechas legais.

Sobre os Palestrantes

Ken Bensinger - BuzzFeed News

Repórter do time de investigações do BuzzFeed News nos EUA desde 2014. Em 2019, lançou o livro-reportagem "Cartão Vermelho", em que revela detalhes do esquema de corrupção conhecido como FIFAGate, que levou José Maria Marin, ex-presidente da CBF, à prisão nos EUA. Dois anos antes, em 2017, revelou a existência e o conteúdo de um dossiê segundo o qual o governo russo "cultivou, apoiou e ajudou" Donald Trump durante ao menos 5 anos. Bensinger foi finalista do Prêmio Pulitzer em 2010 na categoria Reportagem Nacional.

Rodrigo Mattos - UOL

Colunista esportivo do UOL. Trabalhou na Folha de S. Paulo e no jornal Lance!


Oficina de jornalismo colaborativo
Os dois instrutores apresentarão exemplos rápidos de por que o profissional que tem uma postura colaborativa e investe na colaboração jornalística se torna melhor e com mais chances de ser bem remunerado. A maior parte da oficina convida os participantes a discutir situações reais em que a colaboração se torna necessária. Usando técnicas de improvisação, os alunos serão convidados a perceber quais comportamentos anticolaborativos eles têm no dia a dia do trabalho jornalístico.

Sobre os Palestrantes

Mago Torres - Freelancer

É jornalista investigativa independente. Foi bolsista de JSK em 2018, colaboradora dos Panama Papers e uma das fundadoras da Periodistas de a Pie, uma organização do México focada em melhorar a qualidade do jornalismo no México.

Guilherme Amado - Época

É vice-presidente da Abraji, colunista da revista Época, formado pela PUC-Rio e, desde 2017, John S. Knight Journalism Fellow na Universidade Stanford. Integrante do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ), passou por O Globo, Veja, Extra e Correio Braziliense.


Série Realidades: A imprensa longe dos grandes centros
Comunicadores que atuam no interior do país narram suas realidades e os problemas que enfrentam para transmitir informações locais ao público, mostrando o que há de comum e o que há de diferente no trabalho jornalístico no país

Sobre os Palestrantes

Nayara Felizardo - The Intercept Brasil

Repórter do The Intercept Brasil. É formada pela Universidade Estadual do Piauí. Atua no jornalismo impresso e webjornalismo desde 2008. Também escreveu para a Revista Revestrés durante seis anos.

Pedro Sergio Ronco - Blog do Ronco

Formado em Administração de empresas. Radialista e jornalista, trabalhou na Rádio Bandeirantes de São Paulo nos anos 1970. Mudou-se para Ribeirão Bonito (interior de São Paulo) em 1978. Fundou a Rádio BJ FM, o Jornal Agosto e o Blog do Ronco. Atua desde 1999 na Oscip Amarribo Brasil, que tem por finalidade combater a corrupção nas prefeituras do Brasil. Com o trabalho da chamada “pequena imprensa” foi possível, em Ribeirão Bonito, a cassação de dois prefeitos, um presidente da Câmara e quatro vereadores envolvidos em corrupção.


70 ferramentas para trabalhar com dados em 90 minutos
70 ferramentas para trabalhar com dados em 90 minutos

Sobre o Palestrante

Natalia Mazotte - Open Knowledge Brasil

Diretora executiva da Open Knowledge Brasil, organização dedicada a desenvolver ferramentas, projetos e jornalismo de dados para fomentar a circulação de conhecimento e a transparência pública. Co-fundou a Gênero e Número, iniciativa de jornalismo de dados focada em gênero, e a agência de jornalismo de dados J++. Em 2013, desenvolveu o capítulo brasileiro da Escola de Dados. Formada em Direito na UFF, tem mestrado em comunicação na UFRJ e pós-graduação em Estratégia Digital na Universidade Pompeu Fabra. Trabalhou nas Organizações Globo, no Ministério Público, no Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (Ibase) e foi pesquisadora do MediaLab UFRJ.


Entreviste seus dados com SQL (parte 2)
Entreviste seus dados com SQL (parte 2)

Sobre o Palestrante

Rodrigo Burgarelli - -

É analista de dados do Facebook. Foi repórter do Estadão por 7 anos. É formado em jornalismo pela UFMG, foi pesquisador visitante na Universidade de Columbia e é mestre em ciência política pela USP.


Oficina de dados
Oficina de dados

Sobre o Palestrante

Álvaro Justen - Brasil.IO

É ativista e colaborador de diversos projetos de software livre desde 2004. Ministra cursos de programação e eletrônica e desenvolve software principalmente usando a linguagem Python. É fundador da Brasil.IO, plataforma criada para facilitar o acesso à informação e professor da Escola de Dados.


#TwitterForNews: dicas para aumentar a sua audiência
Oficina Twitter

Sobre o Palestrante

Gustavo Poloni - Twitter

Gerente de parcerias de notícias do Twitter Brasil.

Sábado, 29 de junho - 14h as 17h30


Como fazer um podcast
Oficina sobre softwares, equipamentos e técnicas para iniciar um podcast de baixo orçamento

Sobre os Palestrantes

José Orenstein - Nexo

É editor executivo do Nexo Jornal.

Laura Capelhuchnik - Nexo

Produtora de áudio do podcast "Durma Com Essa", do Nexo Jornal.

Sábado, 29 de junho - 16h as 17h30


Jornalismo sob ataque – a imprensa na mira de governos autoritários
Venezuela e Polônia: países cuja imprensa se vê cerceada, atacada e desprezada por mandatários. Como profissionais que atuam nesses países lidam com essas condições de trabalho e continuam a fazer jornalismo investigativo?

Sobre os Palestrantes

Marzena Suchan - Onet

Editora-chefe do Onet, o maior jornal digital da Polônia, onde já atuou como repórter, líder da equipe multimídia e chefe de serviços regionais. Anteriormente, foi repórter na rádio Kraków.

Luz Mely Reyes - Efecto Cocuyo

Diretora e co-fundadora da agência de notícias Efecto Cocuyo, cobre política na Venezuela há mais de 25 anos. Trabalhou como repórter para o El Nacional, e foi editora de política no Últimas Notícias, onde liderou a editoria de investigação de 2005 a 2012. Foi a primeira mulher na Venezuela a ser editora-chefe de um jornal de alcance nacional, ao assumir o cargo no Diario 2001. Em 2018, foi agraciada com o Prêmio Internacional Liberdade de Expressão (International Press Freedom Award) do CPJ (Comitê para Proteção de Jornalistas).


NO TELÃO: Jornalismo sob ataque – a imprensa na mira de governos autoritários
Venezuela e Polônia: países cuja imprensa se vê cerceada, atacada e desprezada por mandatários. Como profissionais que atuam nesses países lidam com essas condições de trabalho e continuam a fazer jornalismo investigativo?

Sobre os Palestrantes

Marzena Suchan - Onet

Editora-chefe do Onet, o maior jornal digital da Polônia, onde já atuou como repórter, líder da equipe multimídia e chefe de serviços regionais. Anteriormente, foi repórter na rádio Kraków.

Luz Mely Reyes - Efecto Cocuyo

Diretora e co-fundadora da agência de notícias Efecto Cocuyo, cobre política na Venezuela há mais de 25 anos. Trabalhou como repórter para o El Nacional, e foi editora de política no Últimas Notícias, onde liderou a editoria de investigação de 2005 a 2012. Foi a primeira mulher na Venezuela a ser editora-chefe de um jornal de alcance nacional, ao assumir o cargo no Diario 2001. Em 2018, foi agraciada com o Prêmio Internacional Liberdade de Expressão (International Press Freedom Award) do CPJ (Comitê para Proteção de Jornalistas).

Domingo, 30 de junho - 10h30 às 11h15


Jornalismo de Dados é, antes de mais nada, Jornalismo
Jornalismo de Dados é, antes de mais nada, Jornalismo

Sobre o Palestrante

José Roberto de Toledo - piauí


Como entrevistar seus dados com SQL (parte 1)
Como entrevistar seus dados com SQL (básico)

Sobre o Palestrante

Rodrigo Burgarelli - -

É analista de dados do Facebook. Foi repórter do Estadão por 7 anos. É formado em jornalismo pela UFMG, foi pesquisador visitante na Universidade de Columbia e é mestre em ciência política pela USP.

Domingo, 30 de junho - 10h30 às 12h


Como entrevistar seus dados com Python
Como entrevistar seus dados com Python

Sobre o Palestrante

Caroline Dantas - UFABC

Caroline Dantas é cientistas de dados, estudante de Bacharelado em Ciência e Tecnologia e futura neurocientista. Foi idealizadora e instrutora do curso de extensão Programação em Python: Inserindo mulheres na tecnologia na UFABC. Atua principalmente no ensino e capacitação de mulheres na área tecnológica, e estudos na área da neurociência computacional, através da análise de dados de imagens médicas.


Emails, relatórios e posts em social media: como automatizar partes chatas da rotina jornalística com Python (intermediário) – parte 1
Emails, relatórios e posts em social media: como automatizar partes chatas da rotina jornalística com Python (intermediário)

Sobre o Palestrante

Pedro Burgos - Impacto.jor

É professor do Insper, bolsista do ICFJ e desenvolvedor do projeto Impacto.jor, que ajuda as redações no Brasil a acompanhar e medir seu impacto na sociedade. Trabalhou na Gazeta do Povo, no Marshall Project — focado na cobertura do sistema criminal dos Estados Unidos — e no Gizmodo Brasil. Contribuiu com veículos como Nexo, Folha de S. Paulo e as revistas Exame, Superinteressante e Galileu. É mestre em jornalismo pela City University of New York.

Domingo, 30 de junho - 11h15 às 12h


Como construir uma narrativa atraente com dados
Como construir uma narrativa atraente com dados

Sobre o Palestrante

Amanda Rossi - BBC Brasil

É repórter especializada em jornalismo de dados. Atualmente na BBC Brasil, foi produtora da TV Globo e liderou algumas das principais reportagens guiadas por dados da emissora. Integrou o Estadão Dados, é autora do livro-reportagem “Moçambique, o Brasil é aqui – uma investigação sobre os negócios brasileiros na África”, lançado em 2015 pela Editora Record. Formada em jornalismo pela USP.


Jornalismo de Dados é, antes de mais nada, Jornalismo .
Jornalismo de Dados é, antes de mais nada, Jornalismo .

Sobre o Palestrante

José Roberto de Toledo - piauí

Domingo, 30 de junho - 12h05 às 12h40


Como fizemos - G1, Folha e Estadão revelam bastidores de três reportagens de dados
G1: Escravos sem correntes Como transformar 33 mil páginas de relatórios com dados de combate ao trabalho análogo à escravidão no Brasil em uma história relevante e exclusiva Folha: GPS Ideológico. Usando modelo estatístico desenvolvido pelo cientista político computacional Pablo Barberá, a Folha categorizou ideologicamente mil influenciadores e 1,7 milhão de seus seguidores no Twitter, com o intuito de compreender melhor o debate político brasileiro na plataforma. Estadão: Basômetro 2.0 Saiba como foi recriada a ferramenta online permite que medir o governismo de cada partido ou deputado na série histórica de 2003 até hoje. O Basômetro tem registros dos mais de 844 mil votos dados por 1.811 deputados em todas as 2.427 votações realizadas na Câmara nos últimos 17 anos.

Sobre os Palestrantes

Rodrigo Menegat - Estadão

Jornalista visual e de Dados no Estado de S. Paulo. É formado pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), com especialização em jornalismo de dados na Universidade de Columbia, em Nova York.

Thiago Reis - G1

É jornalista formado pela PUC-SP, com pós em Cinema Documentário pela FGV. Coordena um núcleo de dados, fact-checking e projetos especiais no G1, o portal de notícias da Globo. Antes, trabalhou como repórter, chefe de reportagem e editor-assistente no jornal Folha de S.Paulo. Já venceu, entre outros, o Data Journalism Awards, o prêmio AMB, o prêmio MPT e o prêmio Andifes. Recebeu menção honrosa no prêmio Vladimir Herzog e no prêmio Excelência Jornalística, da Sociedade Interamericana de Imprensa.

Daniel Mariani - Folha de S.Paulo

Formado em Ciências Biológicas na Universidade de São Paulo em 2010. Trabalhou em estudos genéticos por quatro anos no Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas. Em 2015 começou a trabalhar com jornalismo e visualização de dados no Nexo Jornal. Desde 2017, está na Folha de São Paulo, onde integra o Delta Folha, núcleo de jornalismo de dados do jornal.


ALMOÇO - GRUPO 1
Primeiro grupo de participantes do Domingo de Dados que almoçará no restaurante do Insper, das 12h05 até as 12h40. Não se atrase!

Sobre o Palestrante

A confirmar - A confirmar


Open Source Intelligence contra conteúdos enganosos nas redes (em inglês)
Open Source Intelligence contra conteúdos enganosos nas redes

Sobre os Palestrantes

Andy Carvin - Digital Forensic Research Lab - Atlantic Council

É membro do Atlantic Council, think tank americano focado em assuntos internacionais. Foi editor-chefe da NowThis; fundador e editor do report.ly, uma iniciativa de notícias focada no uso de mídias sociais para informar sobre direitos humanos e justiça social, além de estrategista sênior de mídia social da National Public Radio (NPR). Ganhou o prêmio Knight Batten de 2012 por inovação em jornalismo e foi eleito o Melhor Jornalista do Twitter no Shorty Awards de 2012 por sua cobertura da Primavera Árabe. A experiência também é tema do livro "Distant Witness". Foi finalista da lista das 100 pessoas mais influentes do mundo, feita pela revista TIME. É bacharel em retórica e mestre em políticas de telecomunicações pela Northwestern University.

Luiza Bandeira - Digital Forensic Research Lab - Atlantic Council

É jornalista, especializada na cobertura de política e políticas públicas. É fundadora da Agência Resposta de notícias. Passou pelas redações de grandes veículos como BBC e Folha de S.Paulo. É mestra em Políticas Sociais e Desenvolvimento pela LSE (London School of Economics and Political Science) e pesquisadora assistente do Atlantic Council, think tank americano focado em assuntos internacionais.

Domingo, 30 de junho - 12h45 às 13h20


Como fizemos - G1, Folha e Estadão revelam bastidores de três reportagens de dados (sessão 2 - mesmo conteúdo)
G1: Escravos sem correntes Como transformar 33 mil páginas de relatórios com dados de combate ao trabalho análogo à escravidão no Brasil em uma história relevante e exclusiva Folha: GPS Ideológico. Usando modelo estatístico desenvolvido pelo cientista político computacional Pablo Barberá, a Folha categorizou ideologicamente mil influenciadores e 1,7 milhão de seus seguidores no Twitter, com o intuito de compreender melhor o debate político brasileiro na plataforma. Estadão: o Basômetro 2.0 Saiba como foi recriada a ferramenta online permite que medir o governismo de cada partido ou deputado na série histórica de 2003 até hoje. O Basômetro tem registros dos mais de 844 mil votos dados por 1.811 deputados em todas as 2.427 votações realizadas na Câmara nos últimos 17 anos.

Sobre os Palestrantes

Rodrigo Menegat - Estadão

Jornalista visual e de Dados no Estado de S. Paulo. É formado pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), com especialização em jornalismo de dados na Universidade de Columbia, em Nova York.

Thiago Reis - G1

É jornalista formado pela PUC-SP, com pós em Cinema Documentário pela FGV. Coordena um núcleo de dados, fact-checking e projetos especiais no G1, o portal de notícias da Globo. Antes, trabalhou como repórter, chefe de reportagem e editor-assistente no jornal Folha de S.Paulo. Já venceu, entre outros, o Data Journalism Awards, o prêmio AMB, o prêmio MPT e o prêmio Andifes. Recebeu menção honrosa no prêmio Vladimir Herzog e no prêmio Excelência Jornalística, da Sociedade Interamericana de Imprensa.

Daniel Mariani - Folha de S.Paulo

Formado em Ciências Biológicas na Universidade de São Paulo em 2010. Trabalhou em estudos genéticos por quatro anos no Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas. Em 2015 começou a trabalhar com jornalismo e visualização de dados no Nexo Jornal. Desde 2017, está na Folha de São Paulo, onde integra o Delta Folha, núcleo de jornalismo de dados do jornal.


ALMOÇO - GRUPO 2
Segundo grupo de participantes do Domingo de Dados que almoçará no restaurante do Insper, das 12h05 até as 12h40. Não se atrase!

Sobre o Palestrante

A confirmar - A confirmar


Pergunte o que quiser sobre Abraji e Dados
Desde a sua fundação, em 2003, a Abraji promove a disseminação de técnicas de jornalismo de dados no Brasil. Saiba mais sobre nossos cursos e as ferramentas que colocamos à disposição da comunidade.

Sobre os Palestrantes

Reinaldo Chaves - Abraji

Jornalista e reponsável pelos projetos Publique-se e Ctrl+X da Abraji. Trabalhou com economia e politica no Diário de S.Paulo e na Folha de S.Paulo. Fez projetos orientados a dados na Repórter Brasil, The Intercept Brasil, Volt Data Lab e Transparência Internacional.

Daniel Bramatti - Estadão/Abraji

É presidente da Abraji, editor do Estadão Dados, núcleo de jornalismo de dados do jornal O Estado de S.Paulo, e editor do Estadão Verifica, setor do jornal responsável por verificação e checagem de fatos. É também porta-voz do projeto Comprova, coalizão de veículos de mídia coordenada pela Abraji e criada por iniciativa do First Draft, entidade que pesquisa e combate a desinformação nas redes sociais. Entre 1994 e 2006, trabalhou na Folha de S.Paulo (na Sucursal de Brasília, na sede e como correspondente em Buenos Aires).

Domingo, 30 de junho - 13h25 às 13h55


Momento Networking - sala 1
Pausa nas oficinas e palestras para que os participantes possam se apresentar e conversar sobre dados e jornalismo.

Sobre o Palestrante

A confirmar - A confirmar


Momento Networking - sala 2
Pausa nas oficinas e palestras para que os participantes possam se apresentar e conversar sobre dados e jornalismo.

Sobre o Palestrante

A confirmar - A confirmar


ALMOÇO - GRUPO 3
Primeiro grupo de participantes do Domingo de Dados que almoçará no restaurante do Insper, das 13h25 até as 13h55. O almoço está incluído no valor da sua inscrição. Não se atrase!

Sobre o Palestrante

A confirmar - A confirmar

Domingo, 30 de junho - 14h às 15h20


Não temam o código! (introdução a programação para jornalistas)
Não temam o código! (introdução a programação para jornalistas)

Sobre os Palestrantes

Cecília do Lago - Estadão

Jornalista, é repórter no Estadão Dados - núcleo especializado em jornalismo de dados do Estadão desde 2017. Anteriormente, foi social media da secretaria municipal de Saúde de São Paulo e assistente de produção e pesquisadora para documentários. Em 2018, foi finalista do Cityvis Award na categoria Jornalismo.

Rodrigo Menegat - Estadão

Jornalista visual e de Dados no Estado de S. Paulo. É formado pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), com especialização em jornalismo de dados na Universidade de Columbia, em Nova York.


Usando CrowdTangle para produção de matérias com informações públicas das redes sociais
Usando CrowdTangle para produção de matérias com informações públicas das redes sociais

Sobre o Palestrante

Mariana Musa - CrowdTangle

Gerente de desenvolvimento de parcerias de CrowdTangle para notícias na América Latina. Trabalha com os veículos jornalísticos capacitando-os a tomar decisões mais inteligentes usando insights simples de dados públicos das redes sociais. Ela tem mais de 10 anos de experiência em publicação digital e desenvolvimento de conteúdo, com um forte foco em desenvolvimento de audiência e business intelligence.


Emails, relatórios e posts em social media: como automatizar partes chatas da rotina jornalística com Python (intermediário) – parte 2
Emails, relatórios e posts em social media: como automatizar partes chatas da rotina jornalística com Python (intermediário)

Sobre o Palestrante

Pedro Burgos - Impacto.jor

É professor do Insper, bolsista do ICFJ e desenvolvedor do projeto Impacto.jor, que ajuda as redações no Brasil a acompanhar e medir seu impacto na sociedade. Trabalhou na Gazeta do Povo, no Marshall Project — focado na cobertura do sistema criminal dos Estados Unidos — e no Gizmodo Brasil. Contribuiu com veículos como Nexo, Folha de S. Paulo e as revistas Exame, Superinteressante e Galileu. É mestre em jornalismo pela City University of New York.


Como entrevistar seus dados com SQL (parte 2)
Como entrevistar seus dados com SQL (intermediário)

Sobre o Palestrante

Rodrigo Burgarelli - -

É analista de dados do Facebook. Foi repórter do Estadão por 7 anos. É formado em jornalismo pela UFMG, foi pesquisador visitante na Universidade de Columbia e é mestre em ciência política pela USP.

Domingo, 30 de junho - 15h25m às 16h45


Workbench: jornalismo de dados mais fácil e colaborativo (básico)
Workbench: jornalismo de dados mais fácil e colaborativo (básico)

Sobre o Palestrante

Sérgio Spagnuolo - Volt Data Lab/Abraji

Jornalista, fundador e editor da agência de jornalismo de dados Volt Data Lab, além de mestre em Relações Internacionais e Direitos Humanos pela PUC-SP e colaborador do portal de checagem Aos Fatos. É membro do conselho da Abraji desde 2018. Em 2016, foi fellow do Tow-Knight Center for Entrepreneurial Journalism, um programa de empreendedorismo para jornalistas, em Nova York.


70 ferramentas para trabalhar com dados em 90 minutos
Conheça dezenas de ferramentas para trabalhar com dados // Oficina de Open Refine

Sobre os Palestrantes

Natalia Mazotte - Open Knowledge Brasil

Diretora executiva da Open Knowledge Brasil, organização dedicada a desenvolver ferramentas, projetos e jornalismo de dados para fomentar a circulação de conhecimento e a transparência pública. Co-fundou a Gênero e Número, iniciativa de jornalismo de dados focada em gênero, e a agência de jornalismo de dados J++. Em 2013, desenvolveu o capítulo brasileiro da Escola de Dados. Formada em Direito na UFF, tem mestrado em comunicação na UFRJ e pós-graduação em Estratégia Digital na Universidade Pompeu Fabra. Trabalhou nas Organizações Globo, no Ministério Público, no Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (Ibase) e foi pesquisadora do MediaLab UFRJ.

Adriano Belisário - Open Knowledge Brasil


Precisamos falar sobre estatística: o que jornalistas devem saber
Precisamos falar sobre estatística: o que jornalistas devem saber

Sobre o Palestrante

Renata Hirota - Volt Data Lab


Oficina Google (a definir)
Oficina Google (a definir)

Sobre o Palestrante

A confirmar - A confirmar

Domingo, 30 de junho - 17h05 às 18h25


Workbench: jornalismo de dados mais fácil e colaborativo (intermediário)
Workbench: jornalismo de dados mais fácil e colaborativo (intermediário)

Sobre o Palestrante

Sérgio Spagnuolo - Volt Data Lab/Abraji

Jornalista, fundador e editor da agência de jornalismo de dados Volt Data Lab, além de mestre em Relações Internacionais e Direitos Humanos pela PUC-SP e colaborador do portal de checagem Aos Fatos. É membro do conselho da Abraji desde 2018. Em 2016, foi fellow do Tow-Knight Center for Entrepreneurial Journalism, um programa de empreendedorismo para jornalistas, em Nova York.


Jornalismo de Dados com ferramentas Abraji
Jornalismo de Dados com ferramentas Abraji

Sobre o Palestrante

Reinaldo Chaves - Abraji

Jornalista e reponsável pelos projetos Publique-se e Ctrl+X da Abraji. Trabalhou com economia e politica no Diário de S.Paulo e na Folha de S.Paulo. Fez projetos orientados a dados na Repórter Brasil, The Intercept Brasil, Volt Data Lab e Transparência Internacional.


Ciência de Dados no terminal: a linha de comando pode ser sua grande aliada
Apesar de muito poderoso, o terminal nem sempre é conhecido profundamente por programadores e por isso é subutilizado. Nesse contexto, existem diversos programas que podem auxiliar e agilizar o dia-a-dia de uma cientista de dados: alguns antigos, que mimetizam os criados pelo UNIX no fim da década de 60 até mais modernos, que interagem com novos formatos de dados e protocolos. Nessa palestra será apresentada uma introdução ao terminal (para os que não conhecem) e também diversas ferramentas (todas livres) que são úteis para baixar, converter, limpar e analisar dados, incluindo uma criada pelo próprio palestrante, chamada rows.

Sobre o Palestrante

Álvaro Justen - Brasil.IO

É ativista e colaborador de diversos projetos de software livre desde 2004. Ministra cursos de programação e eletrônica e desenvolve software principalmente usando a linguagem Python. É fundador da Brasil.IO, plataforma criada para facilitar o acesso à informação e professor da Escola de Dados.


Como entrevistar seus dados com R (introdução)
Como entrevistar seus dados com R (introdução)

Sobre o Palestrante

Guilherme Duarte - JOTA

É editor de dados no JOTA. Trabalhou no Estadão Dados, grupo de jornalismo de dados do jornal O Estado de São Paulo. É doutor em Direito Constitucional, pela Universidade de São Paulo.


Patrocínio

Facebook Journalism Project

Grupo Globo

Google News Initiative

Aos Fatos Crusoé Estadão Folha - Não dá para não ler
Itaú Poder360 Twitter UOL

Apoio de Mídia

CBN Correio - O que a Bahia quer saber RBS SBT

Apoio

ABERT - Associação Brasileira das Emissoras de Rádio e TV ANER - Associação Nacional de Editores de Revistas ANJ - Associação Nacional de Jornais Comunique-se Consulado dos EUA no Brasil - Representação SP Fundação Armando Álvares Penteado
Fórum de Direito de Acesso a Informações Públicas Insper Imprensa Editorial Jornalistas & Cia. Knight Center para o Jornalismo nas Américas
Meio Oboré Projetos Especiais em Comunicações e Artes Oglivy piauí Textual Escritório da UNESCO em Montevideo

Realização

Abraji - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo Universidade Anhembi Morumbi